Início » Economia » Negócios » Planejando no escuro
Administração

Planejando no escuro

Muitas empresas que fecharam o orçamento para 2009 no fim do ano passado já refizeram as contas, tendo em vista que a crise econômica fez evaporar os pressupostos nos quais o planejamento foi baseado.

Enfrentando condições excepcionalmente voláteis para os negócios, altos executivos estão mais do que nunca encontrando dificuldade para prever o cenário dos próximos meses. Segundo uma recente pesquisa com 1.300 diretores financeiros de todo o mundo, o esforço para fazer previsões precisas é o que mais vem lhes tirando o sono.

O que as empresas podem fazer? A Lego, fabricante de brinquedos dinamarquesa, está desenvolvendo planos de contingência para diferentes cenários, a fim de reagir rapidamente a qualquer eventualidade. Outra estratégia da empresa é a reunião mensal de altos executivos, cujo objetivo é avaliar o que está acontecendo nos diferentes mercados.

Fontes:
Economist - Corporate planning: Managing in the fog

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Alfredo Sloane disse:

    Sempre achei, quando era administrador, que essa ênfase americana no orçamento detalhado era uma perda de tempo, e mais ainda aqui no Brasil onde com as oscilações da inflação sempre foi impossível acertar qualquer estimativa.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *