Início » Economia » Internacional » Setor público adere à mania das ‘incubadoras de ideias’
Laboratórios do governo

Setor público adere à mania das ‘incubadoras de ideias’

As ideias inovadoras do setor privado inspiram os projetos dos governos

Setor público adere à mania das ‘incubadoras de ideias’
Algumas vezes, os governos limitam-se a copiar o que as empresas privadas estão fazendo (Reprodução/Brett Ryder)

As incubadoras, aceleradores, garagens, laboratórios fazem parte há muito tempo da estratégia de desenvolvimento e inovação das grandes empresas. Seja qual for a denominação, na maioria dos casos alguns funcionários são liberados da rotina diária de trabalho para criarem o futuro. Agora esses centros de inovação estão sendo incorporados ao setor público como o New Urban Mechanics de Boston; o MindLab da Dinamarca; e o PS21, um órgão do governo de Cingapura de incentivo a novas ideias e projetos.

Esses laboratórios do governo conectam os setores públicos e privados. Algumas vezes, os governos limitam-se a copiar o que as empresas privadas estão fazendo. MindLab baseia-se no Future Centre, uma unidade de inovação da Skandia, uma grande empresa de seguros. Essas entidades governamentais também obtêm suporte financeiro e conselhos de fontes privadas. O New Orleans Innovation Delivery Team é parcialmente financiado por Michael Bloomberg, o ex-prefeito da cidade de Nova York e um dos magnatas da mídia nos Estados Unidos. Mas qualquer que seja a conexão, essas instituições inserem o setor público em um novo mundo. Elas estão repletas de pessoas que falam em “ruptura” e “iteração”.

Um novo relatório publicado pela Nesta, uma organização beneficente britânica dedicada a promover projetos inovadores, e Bloomberg Philanthropies mostram a popularidade dos laboratórios de inovação do governo. Eles podem ser encontrados em lugares os mais diversos, desde países em desenvolvimento como a Malásia a países ricos como a Finlândia, nos escritórios dos prefeitos e corredores do governo central.

Fontes:
The Economist-Test-tube government

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *