Início » Internacional » Walmart retira de site camisa que pedia impeachment de Trump
APÓS POLÊMICA

Walmart retira de site camisa que pedia impeachment de Trump

Camisa com a estampa ‘Impeach 45’ pedia o impeachment do 45º presidente dos EUA, Donald Trump

Walmart retira de site camisa que pedia impeachment de Trump
Camisa gerou indignação entre eleitores de Trump, que iniciaram um boicote à Walmart (Foto: Random Retail/Flickr)

Após um intenso protesto pelas redes sociais, a rede de lojas Walmart retirou de venda as camisas “Impeach 45”. A roupa gerou polêmica por solicitar o impeachment do 45º presidente dos Estados Unidos, o republicano Donald Trump.

Na última terça-feira, 3, a rede de lojas respondeu a mensagem de Ryan Fournier, presidente do grupo Students for Trump, que iniciou a onda de reclamações contra a gigante do varejo americana. Na ocasião, a Walmart prometeu que retiraria os produtos do site e iria rever suas “políticas de mercado”.

“Esses itens foram vendidos por terceiros em nosso mercado aberto e não foram oferecidos diretamente pelo Walmart”, explicou a mensagem da rede varejista nas redes sociais. O produto foi produzido pela marca Old Glory.

Simpatizantes de Trump ficaram indignados com a venda da camisa “Impeach 45” – que continua sendo vendida em outros sites americanos, como a Amazon – e iniciaram a campanha #BoycottWalmart, convocando um boicote contra a Walmart. Eles acusavam a rede de fazer campanha política contra Trump. O debate tomou as redes sociais, onde era possível notar mensagens contra e a favor da venda dos produtos.

O gerente da campanha presidencial de Trump para 2020, Brad Parscale, no entanto, disse, através das redes sociais, que não havia necessidade de um boicote ser promovido contra a Walmart. Isso porque rede varejista já havia prometido que iria retirar o produto do site “o quanto antes”.

Foto: Reprodução/Walmart

Foto: Reprodução/Walmart

A acusação dos simpatizantes de Trump sobre uma possível campanha política do Walmart, no entanto, não tem fundamento, já que a rede também comercializa produtos pró-Trump e contra Hillary Clinton – candidata à presidência dos EUA em 2016. Inclusive, no site da rede, já é possível encontrar camisas fazendo campanha para a reeleição de Trump em 2020.

O que chama a atenção é que apenas a camisa “Impeach 45” em específico gerou uma onda de críticas à Walmart. Outros produtos, que fazem alusão a Hillary Clinton continuam sendo vendidos, assim como outros que fazem críticas à Donald Trump – em uma das camisas, é possível ver uma figura relacionada ao presidente americano construindo um muro de lego, em referência à promessa de Trump de construir um muro na fronteira entre Estados Unidos e México.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *