Início » Economia » Névoa em alto mar
Economia

Névoa em alto mar

Custos excessivos e queda nos lucros ameaçam o futuro do petróleo do Mar do Norte

Névoa em alto mar
Nesse período difícil para o setor de petróleo e gás, talvez seja tarde demais para cortar custos e isso pode afetar o Mar do Norte (Foto: Wikipédia)

Quando a exploração de petróleo e gás natural no Mar do Norte estava em rápida expansão, as ineficiências multiplicaram-se. Agora, nesse período difícil para o setor de petróleo e gás, talvez seja tarde demais para cortar custos. A exploração de petróleo offshore, sobretudo pela Grã-Bretanha, enfrenta dificuldades em razão do preço reduzido do petróleo, dos custos operacionais elevados, de uma infraestrutura obsoleta e de um projeto de lei de bilhões de dólares para desativar plataformas antigas.

O resultado ameaça tanto as empresas lucrativas quanto as deficitárias. Se as poucas empresas que usam os oleodutos e terminais encerrarem suas atividades, o projeto de lei recairá com mais força e talvez com consequências extremamente graves nas empresas sobreviventes. Do mesmo modo, se uma peça da infraestrutura quebrar (ou se a operadora das plataformas falir), as empresas que usam essa determinada peça terão dificuldade de manter o ritmo normal de funcionamento.

As despesas operacionais no Mar do Norte duplicaram em 15 anos. Apenas um quinto desse aumento, no máximo, é resultado da expansão da atividade. Na opinião dos consultores da McKinsey, a principal razão desse aumento foram os custos excessivos seguidos por ineficiência, como níveis de exigência desnecessários e complexidade. Antes uma história de sucesso da Grã-Bretanha, o futuro da exploração de petróleo do Mar do Norte é incerto.

Fontes:
Economist-Offshore fog

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *