Início » Economia » O crescimento dos Estados Unidos será expressivo em 2015
Economia nos EUA

O crescimento dos Estados Unidos será expressivo em 2015

Os Estados Unidos estão se recuperando da queda no primeiro trimestre, quando o PIB diminuiu por causa do mau tempo e da redução dos estoques das empresas

O crescimento dos Estados Unidos será expressivo em 2015
Em 23 de dezembro o crescimento do PIB no terceiro trimestre foi de 5%, o maior índice desde 2003 (Reprodução/Getty Images)

Oito entre dez eleitores americanos disseram em pesquisas de opinião logo depois de saírem das urnas em novembro, que estavam preocupados com a economia. Por esse motivo, o novo Congresso que realizou sua primeira sessão em 6 de janeiro, é composto em sua maioria por republicanos. Entretanto, existem sinais crescentes que os benefícios da longa recuperação econômica concentrados entre os ricos estão favorecendo também os americanos comuns.

Em 23 de dezembro o crescimento do PIB no terceiro trimestre foi revisado para 5%, o maior índice desde 2003, e 4,6% no segundo trimestre. Os Estados Unidos estão se recuperando da queda no primeiro trimestre, quando o PIB diminuiu por causa do mau tempo e da redução dos estoques das empresas. Nos últimos 12 meses o valor do PIB cresceu 2,7%: um índice respeitável, mas não surpreendente. Segundo os analistas, a previsão de crescimento dos EUA será de 3% no próximo ano.

Os economistas projetaram taxas de crescimento semelhantes desde o início da recuperação econômica, porém se desapontaram. O crescimento foi de apenas 2,3% desde a recuperação que começou em julho de 2009. Mas dessa vez eles têm provas concretas a seu favor. Em novembro, foram criados 321 mil empregos, em comparação com uma média mensal de 194 mil em 2013. Apesar do aumento de oferta de empregos, a inflação diminuiu. O Federal Reserve pode, portanto, continuar a manter uma política monetária bem menos rígida e os preços dos ativos estão subindo. O índice Dow Jones passou de 18 mil pela primeira vez pouco antes do Natal.

Por diversos motivos, o otimismo deve continuar em 2015. Um desses motivos refere-se à composição do crescimento recente: o resultado dos gastos mais sólidos das famílias, o componente mais importante da demanda. Eles cresceram a uma taxa anual de 3,2% no terceiro trimestre e talvez cresçam 4% ou mais no atual trimestre, de acordo com a avaliação do banco Morgan Stanley.

Fontes:
The Economist-A happy new year

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    Os EUA, que já foram os maiores importadores de combustíveis fósseis do mundo, serão auto-suficientes a curto prazo e exportadores a médio prazo, situação esta, que vai originar uma grande mudança na economia mundial.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *