Início » Economia » O retorno à época do pagamento de altos salários nas empresas americanas
Economia

O retorno à época do pagamento de altos salários nas empresas americanas

Se a tendência do aumento dos salários se mantiver, as empresas americanas terão de mudar de mentalidade

O retorno à época do pagamento de altos salários nas empresas americanas
O prefeito de Seattle, Ed Murray, planeja obrigar as grandes empresas da cidade a pagar pelo menos US$15 por hora em 2017 (Reprodução/Internet)

O Federal Reserve e muitos economistas surpreenderam-se com o aumento do salário por hora de trabalho, apesar do crescimento econômico de apenas 2% por ano em fevereiro e uma taxa de desemprego de 5,5%. Mas para diversos CEOs no momento a tendência de aumento salarial é irreversível.

Existe uma pressão política e popular para aumentar os salários e não só da Casa Branca. O prefeito de Seattle, Ed Murray, planeja obrigar as grandes empresas da cidade a pagar pelo menos US$15 por hora em 2017. No nível mínimo de remuneração, asações de gigantes como Walmart terão uma reação em cadeia entre os 3 milhões de americanos, que ganham um salário mínimo federal ou menos. O recente relatório anual do McDonald’s indicou “a tendência do aumento dos salários”.

Os executivos de empresas menores, responsáveis pelo maior número de ofertas de empregos,estão enfrentando um mercado de trabalho escasso. Em fevereiro, o número depequenas empresas com vagas de empregos que não conseguiram preencher, apesar de salários mais altos, aumentou para os níveis anteriores à crise financeira de 2008, segundo o National Federation of Independent Business.

Porém se a tendência do aumento dos salários se mantiver, as empresas americanas terão de mudar de mentalidade. O gerenciamento do trabalho é uma arte em economias com inflação salarial. Na Índia, empresas de terceirização como a TCS, com 318 mil funcionários, esforçam-se para reduzir as taxas de rotatividade dos profissionais, sendo que a TCS mantém um percentual de apenas 13% por ano. As empresas americanas quase não se lembram da época em que os recursos humanos eram escassos. Chegou o momento de relembrar.

 

Fontes:
The Economist-American firms are having to get back into the habit of granting pay rises

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    No Brasil, escolas e professores de qualidade são escassos!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *