Início » Economia » Investimentos em aeroportos europeus: dinheiro mal aplicado
Aeroportos

Investimentos em aeroportos europeus: dinheiro mal aplicado

Investimentos em infraestruturas foram superdimensionados em aeroportos europeus, revela relatório do Tribunal de Contas Europeu

Investimentos em aeroportos europeus: dinheiro mal aplicado
Sete dos aeroportos que receberam financiamento ainda não são lucrativos (Reprodução/ Internet)

Interrompe minha história se você já tiver ouvido um relato semelhante: uma pequena cidade pede um financiamento ao governo central para reformar o aeroporto minúsculo e pouco utilizado. Os políticos da cidade alegaram que se o aeroporto tivesse instalações mais modernas e confortáveis, mais pessoas o usariam. O governo central cedeu diante dos argumentos da conveniência de ter um aeroporto moderno versus o aumento do número de passageiros previsto. O aeroporto está novo e quase vazio.

Essa história aconteceu em diversos países da Europa nos últimos anos, segundo um novo relatório do Tribunal de Contas Europeu. O relatório, intitulado “O financiamento de infraestruturas aeroportuárias pela União Europeia: dinheiro mal aplicado”, revelou que:

Muitos aeroportos (com frequência bem próximos uns dos outros) foram financiados com recursos da UE e em diversos casos os investimentos em infraestruturas foram superdimensionados. Só metade dos aeroportos auditados conseguiu aumentar o número de passageiros e a melhoria dos serviços prestados aos clientes não foi avaliada nem confirmada.

Os auditores examinaram 20 aeroportos na Estônia, Grécia, Espanha, Itália e Polônia, que receberam um total de €666 milhões (U$817 milhões) de financiamento da UE. Sete desses aeroportos ainda não são lucrativos.

 

Fontes:
The Economist-Funding European airports

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *