Início » Economia » Percepções de privacidade variam muito entre países
privacidade na internet

Percepções de privacidade variam muito entre países

Gráfico mostra como países tratam de forma diferente os assuntos que consideram privados ou não na internet

Percepções de privacidade variam muito entre países
China trata informações como localização, compras e visitas a site como 'pouco privadas' (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O quão pessoal são as informações das redes sociais? Ou registros de chamadas? Depois do vazamento de dados de diversos países, a privacidade na internet vêm sendo cada vez mais discutida, e os pontos de vista das nações são bem diferentes.

Os Estados Unidos e a China têm opiniões opostas sobre a localização, compras e visitas a sites. Onde a maioria dos americanos trata esta informação como privada, na proporção de pelo menos dois para um, a maioria dos chineses trata como “pouco privada” ou “pública”.

Mais amplamente, Índia e China parecem ter menos escrúpulos sobre privacidade do que o Ocidente, enquanto o Brasil mantém um ponto de vista semelhante. O mais intrigante é que os três maiores países em desenvolvimento têm visões bem diferentes sobre a privacidade de registros de saúde e da informação genética, com opiniões polarizadas dentro destes próprios países. Enquanto isso, a grande maioria nos EUA e na Europa acha que esses dados deveriam ser privados.

Fontes:
The Economist-Private Parts

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *