Início » Economia » Petrobras fica com a maior fatia do consórcio de Libra
Sem concorrentes

Petrobras fica com a maior fatia do consórcio de Libra

Leilão do Campo de Libra teve um só consórcio interessado, formado pelas empresas Petrobras, Total, Shell, CNOOC e CNPC

Petrobras fica com a maior fatia do consórcio de Libra
Misto de empresas privadas e estatais no consórcio surpreendeu o setor (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Sem qualquer concorrência que pudesse acirrar a disputa e elevar as ofertas, o leilão do Campo de Libra, a maior reserva do pré-sal e o primeiro campo a ser leiloado sob o regime de partilha, foi vencido por consórcio formado pelas empresas Petrobras (40%), Total (20%), Shell Brasil (20%) e as estatais chinesas CNOOC (10%) e CNPC (10%). O consórcio ofereceu um excedente de lucro em óleo para a União de apenas 41,65%, o mínimo exigido.

Leia mais: Campo de Libra: um leilão de estatais
Leia mais: Governo coloca Exército na rua para leiloar Campo de Libra

O mercado se surpreendeu com o misto de empresas privadas e estatais que uniram forças neste consórcio. As duas empresas privadas são a francesa Total e a anglo-holandesa Shell, e as três estatais, as chinesas CNOOC, CNPC e a brasileira Petrobras.  Segundo a diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o Campo de Libra deve gerar R$ 300 bilhões em royalties nos próximos 30 anos.

Para especialistas, o leilão não pode ser considerado um sucesso porque não atraiu grande interesse, apesar dos números fantásticos da reserva e o baixo risco de não se encontrar petróleo em Libra. Ao todo, onze empresas estavam habilitadas para participar do leilão.

Para os acionistas da Petrobras, o fato de a estatal ficar com a maior parte do consórcio também não é motivo para celebrar, já que a empresa terá de arcar com a maior parte dos investimentos em um momento de descapitalização. As ações da Petrobras subiram durante o leilão, com alta perto de 5,7%. O índice  Ibovespa subiu cerca de 1%.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

7 Opiniões

  1. Marluizo Pires Cruz disse:

    O Brasil parece continuar bonzinho para o capital externo agora oferecendo uma das mais capacitadas empresa no ramo de exploração de petróleo para gerar evasão de divisas através de sócios com investimentos mínimos e lucros máximos, que, há 513 anos, exaure as riquezas do país, mantendo o Brasil sempre inviável no desenvolvimento da sociedade brasileira, pois neste sistema de vender o ovo e perder a galinha o país estará sempre dependente de interferência externa.

  2. julio santos disse:

    Como assim o leilão do Campo de Libras foi entrega do patrimônio nacional?

    42% do lucro vai ter que ser entregue ao Governo Brasileiro.

    O sócio majoritário do consórcio vencedor, é a… PETROBRÁS, com 40%.

    Ou seja, juntando a parte da PETROBRÁS com a parte do Governo Brasileiro, 65% dos lucros ficam aqui.

    Por exemplo:

    Lucro de 100.

    Governo fica com 42.

    Consórcio fica com 58.

    PETROBRÁS fica com 23 destes 58.

    Portanto, 23 + 42 = 65.

    Sobra uns trocados para a China e a Shell dividirem.

    Além disso, a China e a Shell terão que pagar 9 bilhões de Reais antecipados.

    Isso, confiando que o que a PETROBRÁS diz sobre as reservas é verdade.

    Os EUA não entraram na disputa e eles espionaram a PETROBRÁS.

    Acho que demos, foi um golpe na Shell e na China.

  3. Marluizo Pires Cruz disse:

    Como assim o leilão do Campo de Libras foi entrega do patrimônio nacional?
    Ou seja, juntando a parte da PETROBRÁS com a parte do Governo Brasileiro, 65% dos lucros ficam aqui.

    Por exemplo:

    Lucro de 100.

    Governo fica com 42.

    Consórcio fica com 58.

    PETROBRÁS fica com 23 destes 58.

    Portanto, 23 + 42 = 65.

    Assim vai exaurir mais de 35 % do Campo de Libras uma das riquezas do país!

    O Brasil parece continuar bonzinho para o capital externo agora oferecendo uma das mais capacitadas empresa no ramo de exploração de petróleo para gerar evasão de divisas através de sócios com investimentos mínimos e lucros máximos.

    Lembrando que o Brasil sendo competente na exploração de petróleo os 100% do lucro deveria pertencer à Nação.

  4. Evandro Correia disse:

    As opiniões de Marluizo são pueris e desinformadas. Para investir, Marluizo, é preciso uma coisa chamada capital, ou para usar uma palavra vulgar que você talvez compreenda melhor, “grana”. Isso nos falta. Para isso precisamos ajuda do capital estrangeiro.

  5. Marluizo Pires Cruz disse:

    Evandro Correia disse:

    1 de dezembro de 2013 às 11:17

    As opiniões de Marluizo são pueris e desinformadas.

    Marluizo: Diz receba uma aula dos especialistas em ECONOMIA e procure aprender algo sobre poupança interna do País. Aprendendo também um dito popular, que parece dizer assim quem não tem capacidade não se estabelece. E como diz um dos maiores empresários do mundo, investir com o capital dos outros é fácil se quebrar é dos outros. Mas estes outros denominados capital estrangeiro são bem informados nos seus investimentos mínimos e lucros máximos. Palavra vulgar o Pulo do Gato.

    compreenda melhor, “grana”. Isso nos falta. Compreendo começamos há 513 anos a gerar evasão de divisas talvez com o pau Brasil e ainda não conseguiu poupança interna. Para manter o patrimônio nacional. A esperança é que os bem informados compreenda a diferença entre um território e a formação de uma NAÇÂO.

  6. Evandro Correia disse:

    Não posso responder ao leitor Marluizo porque ele escreve em português tão ruim que não dá para entender o que ele diz. Pelo jeito ele não sabe o que é concordância.

  7. Marluizo Pires Cruz disse:

    Evandro Correia disse:

    1 de dezembro de 2013 às 11:17

    As opiniões de Marluizo são pueris e desinformadas.

    Marluizo: Posso responder pois na insignificância do meu escrever em português tão ruim vossa senhoria teve interesse na primeira leitura e resposta. Um dito popular os olhos ver o que a mente quer enxergar.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *