Início » Economia » Petrobras teme reajustar preço da gasolina
Combustível

Petrobras teme reajustar preço da gasolina

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A defasagem do preço da gasolina no Brasil em relação às cotações do produto no mercado externo chega a 20%. Diante desse contexto e pressionada pela alta do petróleo, a Petrobras precisa reajustar o preço do combustível, mas teme que com essa medida perca ainda mais mercado para o álcool.

Com a redução no preço do álcool em 2008, o consumo do biocombustível no país no primeiro bimestre de 2008 cresceu 56%, enquanto as vendas de gasolina aumentaram apenas 2,9%. No mesmo período, vendeu-se 1,432 bilhão de litros de álcool, contra 1,411 bilhão de litros do derivado de petróleo. No final de 2007, a gasolina mantinha 100 milhões de litros de vantagem.

Visto que a Petrobras controla desde a extração até a distribuição do petróleo, mas compra o álcool de usinas e revende, não é vantagem para a empresas venderem mais álcool do que gasolina em seus postos.

Fontes:
Folha Online - Petrobras teme perder mercado para o álcool

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *