Início » Economia » Prefeitura do Rio pede a Mantega para emitir bônus olímpicos
Olimpíadas

Prefeitura do Rio pede a Mantega para emitir bônus olímpicos

Para a secretária municipal de Fazenda, Eduarda La Rocque, o governo deve permitir a busca de investimento no mercado externo

Prefeitura do Rio pede a Mantega para emitir bônus olímpicos
Ministro da Fazenda, Guido Mantega (Fonte: Exame)

A prefeitura do Rio de Janeiro quer que o governo mude a legislação e autorize o município a emitir títulos de até US$ 2 bilhões para financiar parte das obras de infraestrutura para as Olimpíadas de 2016.

De acordo com a legislação atual, os estados e municípios estão proibidos de emitirem títulos até 2020, mas o governo carioca espera convencer o ministro Guido Mantega (Fazenda) por meio de um documento técnico enviado nesta terça-feira, 13.

O governo teria R$ 9 bilhões no orçamento destinados para investimentos em infraestrutura. Segundo a secretária municipal da Fazenda, Eduarda La Rocque, outros R$ 5 bilhões serão necessários para o financiamento, e a cidade deveria poder buscar esse montante no mercado externo.

A secretária informou que pelo menos 10 bancos já manifestaram interesse em participar do lançamento desses títulos. Ainda em fase de planejamento, os bônus olímpicos seriam lançados em quatro emissões de US$ 500 milhões com intervalo de seis meses, já a partir de 2011, e com prazo de 10 anos.

“Concordamos plenamente com a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas a questão é que ela já foi flexibilizada para permitir projetos relacionados a infraestrutura urbana da Copa e das Olimpíadas através da MP 496”, disse a secretária. Esta medida provisória permite aos municípios com dívidas fazer empréstimos para as obras da Copa e Olimpíadas.

Leia mais:

Após críticas da Fifa, Orlando Silva afirma progresso nas obras para 2014

Como ficam os hotéis brasileiros depois da Copa 2014

Fontes:
Reuters - Rio envia pedido a Mantega para emitir bônus olímpicos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *