Início » Economia » Trabalhadores dos EUA usam dinheiro da poupança para sobreviver
economia americana

Trabalhadores dos EUA usam dinheiro da poupança para sobreviver

Pesquisa mostra que mais de um terço dos americanos usam dinheiro de poupança para despesas do dia-a-dia

Trabalhadores dos EUA usam dinheiro da poupança para sobreviver
A situação da maioria dos americanos é pior agora do que antes do governo Obama (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

De acordo com o Pew Research Center, nos dois primeiros anos após a recessão, 93% dos norte-americanos empobreceram e apenas 7% ficaram mais ricos. Uma pesquisa feita por uma jornalista americana entrevistou mais de duas mil pessoas e mostrou que quase 35% delas estão usando o dinheiro de suas poupanças para completar a renda.

Usando a plataforma online Survey Monkey, a jornalista do Huffington Post Farai Chideya pesquisou sobre como os trabalhadores americanos estão se saindo, apesar do estado do mercado de trabalho. De acordo com uma análise de dados do Federal Reserve e do Census Bureau, em 2010, 25% dos americanos retiraram dinheiro de suas contas de aposentadoria. Além disso, 21% dos entrevistados pela jornalista declararam que em 2013 pegaram dinheiro emprestado de amigos ou da família a fim de pagar hipotecas, contas médicas ou cartão de crédito.

Em outras palavras, por conta dos salários estagnados, os americanos estão gastando o dinheiro do futuro para sobreviver hoje.

Para a jornalista, os EUA estão chegando a um ponto difícil. Ela cita vários pontos onde acredita que, no futuro, haverá problemas. O país é uma economia de consumo, com até 70% do PIB gerado por gastos e compras. O grande número de desempregados pode afetar essa economia. Mesmo a ajuda emergencial de Obama para os desempregados crônicos não é o suficiente.

Reciclagem profissional é essencial para muitas pessoas que procuram um novo emprego. Para aqueles que voltam para a faculdade para reiniciar sua carreira o jeito é entrar em dívidas educacionais que, ao contrário de cartões de crédito, não podem ser dissolvidas por falência. Isso significa que alguns idosos já estão usando seus cheques da Segurança Social para pagar instituições de ensino.

Ainda na pesquisa, 12% dos entrevistados declararam que trabalham em mais de um emprego de meio expediente. Com o ainda controverso “Affordable Care Act”, as pessoas que não têm seguro fornecido pelo empregador conseguem encontrar tratamento médico. O custo e a qualidade variam com base na localização. A questão é que postos de trabalho de meio expediente geralmente oferecem muito menos benefícios do que trabalho integrais, não só o seguro de saúde, mas planos de aposentadoria e segurança no emprego. Trabalhando vários empregos a tempo parcial também muitas vezes exige gastos adicionais com transporte.

Assim, apenas 34% dos entrevistados declararam que terão renda suficiente para viver confortavelmente durante a aposentadoria. No entanto, os americanos ainda são um grupo resistente. Metade dos americanos acredita que seus melhores anos para ganhar dinheiro ainda estão à frente. Metade também declarou que não trabalha apenas por dinheiro, mas por prazer ou criatividade. Uma questão que está por vir para os EUA — para o presidente, o Congresso, os líderes empresariais e cidadãos — é como aproveitar a criatividade da força de trabalho norte-americana, e fornecer as ferramentas aos cidadãos ávidos para ter sucesso em um mercado de trabalho volátil.

Fontes:
The Huffington Post-Working on Empty: America's Workers Are Spending Down Savings to Survive

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *