Início » Economia » Uma velha ideia para acalmar a disputa no Mar da China Meridional
MEIO AMBIENTE

Uma velha ideia para acalmar a disputa no Mar da China Meridional

A proposta é transformar o arquipélago de Spratly em uma reserva marinha internacional

Uma velha ideia para acalmar a disputa no Mar da China Meridional
Disputa do Mar da China Meridional (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

No meio de tanta polêmica em relação ao Mar da China Meridional, há uma razão para que os países trabalhem juntos: as larvas de peixes. No arquipélago Spratly, uma área do tamanho da Tunísia, há pedras, pequenas ilhas e recifes de corais. A China e outras nações, como as Filipinas, reivindicam o local.

Leia mais: China não reconhece decisão do Tribunal de Haia

Na década de 1990, o biólogo marinho John McManus propôs que a área se tornasse uma reserva marinha internacional, estabelecendo uma trégua nas aspirações de posse por um tempo definido, sendo que a proposta poderia ser revisada e renovada.

Segundo ele, isto poderia beneficiar várias nações, já que o local é importante para a reprodução de várias espécies marinhas. Além disso, as correntes distribuem as larvas de peixes para áreas costeiras de uma região, que de outra forma, sofreria com a sobrepesca.

Na última sexta-feira, 15, Antonio Carpio, juiz da Suprema Corte filipina, retomou a ideia. Isso significaria uma parada na prática destrutiva de construir ilhas artificiais no arquipélago como uma forma de reforçar reivindicações territoriais, como a China vem fazendo.

Carpio sugeriu que a criação de uma reserva ambiental no local seria uma boa solução para as nações, além de que Spratly poderia ser tornar um centro de pesquisa marinha e de ecoturismo. A ideia é que o parque fosse administrado por um conselho internacional.

Apesar de a proposta soar como fantasia, só o fato de ela ser retomada depois de tanto tempo já é um bom sinal. Resta saber se isso será o suficiente.

Fontes:
Quartz-A decades-old idea for the South China Sea resurfaces: make a contested area a marine park, instead

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *