Início » Economia » Venezuela confisca 4 milhões de brinquedos de rede varejista
CONFISCOS DE NATAL

Venezuela confisca 4 milhões de brinquedos de rede varejista

Governo diz que a rede de lojas Kreisel estocou brinquedos para inflacionar os preços no Natal. Artigos serão distribuídos para crianças pobres

Venezuela confisca 4 milhões de brinquedos de rede varejista
Brinquedos foram confiscados em depósitos da rede de lojas Kreisel (Foto: Twitter/Sundde)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Na semana passada, o governo venezuelano emitiu uma ordem para que os varejistas reduzissem os preços de uma variedade de bens em 30%. Na última sexta-feira, 9, foram apreendidos cerca de 4 milhões de brinquedos de uma rede varejista, sob a acusação de especulação de preços.

A Superintendência Nacional para a Defesa dos Direitos Socioeconômicos (Sundde) apreendeu os produtos em três depósitos da Kreisel, maior distribuidora de brinquedos do país. Além disso, dois executivos da empresa foram detidos.

Leia mais: Venezuela vai lançar cédulas de valor maior

O governo da Venezuela disse que vai distribuir os brinquedos como presentes de Natal para crianças pobres por meio de comitês locais de abastecimento.

As autoridades acusam a Kreisel de estocar produtos para inflacionar seus preços em função do Natal. Segundo a Sundde, a rede havia informado que tinha 363 mil brinquedos disponíveis para venda. No entanto, o montante real era de 3.821.926.

De acordo com os investigadores, a empresa colocou rótulos de “esgotado” em vários itens, que, na verdade, estavam em seus depósitos. Eles também afirmam que a rede revendia os produtos com uma margem de lucro de até 50 mil por cento. A empresa, por sua vez, argumentou que os brinquedos armazenados eram antigos ou fora de linha.

Fontes:
The Guardian- Venezuela seizes 4m toys to distribute to poor children as Christmas gifts
O Globo-Venezuela confisca brinquedos de empresa e vai distribui-los aos pobres

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. José Costa disse:

    Eis, aí, mais uma modalidade de “socialismo” do século XXI. Enquanto Fidel Castro se reuni
    com Hugo Chaves para tomar “um drink no inferno”, o ditadorzinho de plantão,que de maduro ,virou podrão, estabelece o padrão do confisco.

  2. Almanakut Brasil disse:

    Enquanto a América Latrina não se livrar das suas m…, continuará sendo a periferia do mundo!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *