Início » Internacional » 2014 tem o maior número de mortes em tragédias com aviões em 70 anos
Aviação civil

2014 tem o maior número de mortes em tragédias com aviões em 70 anos

Os dados são da Aviation Safety Network e subirão ainda mais, já que a conta não inclui as possíveis vítimas do voo argelino

2014 tem o maior número de mortes em tragédias com aviões em 70 anos
Foram 597 mortes em sete meses do ano, sendo 345 ocorridas somente em sete dias (Foto:Reprodução/ O Globo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em sete meses ocorreram dez tragédias e morreram pelo menos 597 pessoas, o que representa o maior número de vítimas registrado por acidentes de aviões comerciais em 72 anos. O ano já acumula o dobro de mortes em relação ao ano passado.

Os dados são da Aviation Safety Network e subirão ainda mais, já que a conta não inclui as possíveis vítimas do voo argelino, da Air Algerie que caiu com 116 pessoas a bordo no deserto africano Sahel nesta quinta, 24, no Mali. O órgão é uma associação privada que registra acidentes aéreos e questões de segurança.

Os últimos sete dias concentraram dois acidentes que agravaram os dados estatísticos, com a morte de 345 pessoas. Na quarta-feira foi o da companhia aérea TransAsia, que deixou 47 mortos e 11 feridos. Na quinta passada foi o da Malasya Airlines com 298 pessoas mortas. Ainda em 8 de março outro voo da Malasya Airlines, o MH370, desapareceu e até hoje não foram encontrados vestígios das 239 pessoas a bordo.

Em segundo lugar está o ano de 1985, quando 42 tragédias mataram 2010 pessoas. Somando as mortes de 2012 e 2013 por acidentes aéreos foram registradas 740. Apesar disso, o número total de vítimas na aviação civil caiu nos últimos sete anos.

Fontes:
O Globo - Em apenas sete meses, 2014 tem maior relação de fatalidade por acidente aéreo em 70 anos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    No meu entender a culpa é dos aviões de grande porte. Trabalhei na Aerolineas Argentinas e o avião na época era o cometa 4 turbo hélice onde transportava 75 passageiros e 4 tripulantes e nunca ouvir falar de queda destes aviões, hoje se transporte 250 passageiros e mais acredito 15 tripulantes, sei que estamos com tecnologia muito avançada mais para que tantos passageiros, acredito que 100 é de boa quantidade mesmo que aumento o número de voos

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *