Início » Economia » A América Latina cruza os dedos
Crise em expansão

A América Latina cruza os dedos

Muito vem se falando sobre a independência econômica da América Latina em relação aos EUA, mas no dia 29 de setembro, quando o Congresso norte-americano vetou o pacote de ajuda às instituições financeiras, o índice Bovespa caiu mais do que o Dow Jones.

Os países que estão particularmente vulneráveis à crise atual são aqueles cujos comportamentos na economia não vêm sendo vistos com bons olhos: Venezuela, Argentina e Equador. A Venezuela parece particularmente exposta, devido à sua política de importações financiada com dinheiro do petróleo.

Para os "bem comportados", como Brasil, México, Colômbia e Peru, as perspectivas são muito melhores. Seus governos têm os orçamentos equilibrados e acumularam superávits comerciais com reservas de dólar.

Fontes:
Economist - Latin America's economies: Keeping their fingers crossed

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *