Início » Internacional » A economia mundial em 2015 terá ecos das dificuldades da década de 1990
Economia mundial

A economia mundial em 2015 terá ecos das dificuldades da década de 1990

É instrutivo examinar os acontecimentos de 15 anos atrás em termos do que fazer e o que evitar

A economia mundial em 2015 terá ecos das dificuldades da década de 1990
O terceiro eco dos anos de 1990 é o perigo dos mercados emergentes (Reprodução/Claudio Munhoz)

A crise financeira na Rússia; a queda dos preços do petróleo e o dólar mais forte; a nova corrida do ouro no Vale do Silício e a economia americana revigorada; a fraqueza da Alemanha e do Japão; turbulências nas moedas dos mercados emergentes do Brasil à Indonésia; o combate democrata na Casa Branca. Essa é a previsão para o mundo em 2015 ou o retrato da década de 1990?

É instrutivo examinar os acontecimentos de 15 anos atrás em termos do que fazer e o que evitar. Na época, assim como agora, os Estados Unidos estavam na vanguarda de uma revolução digital. A criação da Internet foi uma explosão de inovação e euforia em relação às possibilidades dos EUA. O otimismo dos EUA fazia um contraste nítido com o cenário sombrio em outros lugares, como agora.

Na ocasião três fatores desestabilizaram a economia mundial e o mesmo pode acontecer hoje. O primeiro fator foi a defasagem entre o crescimento acelerado dos Estados Unidos e a redução do crescimento em outros países. Mas as notícias não são todas boas para os americanos: o preço mais barato do barril de petróleo poderá causar a falência dos produtores de gás de xisto no país em 2015, enquanto o dólar mais forte e moedas fracas no exterior prejudicarão os exportadores, como aconteceu há 15 anos.

A segunda analogia preocupante com o final da década de 1990 é a visão sombria das duas maiores economias do mundo. A taxa de crescimento da Alemanha caiu para em torno de 1%. Nesse ínterim, o Japão repetiu o erro cometido em 1997, o de evitar a estagnação com o aumento prematuro do imposto de consumo.

O terceiro eco dos anos de 1990 é o perigo dos mercados emergentes. Existem sinais crescentes de problemas, sobretudo na Rússia. Entretanto, outros exportadores de commodities também estão vulneráveis, em especial na África. Nessas circunstâncias é bem provável que 2015 seja um ano de turbulências.

 

Fontes:
The Economist-Past and future tense

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *