Início » Internacional » A era de ouro do capitalismo clientelista
CORRUPÇÃO

A era de ouro do capitalismo clientelista

No mundo inteiro o valor da fortuna dos bilionários em setores ligados ao governo aumentou 385% de 2004 a 2014

A era de ouro do capitalismo clientelista
Gráfico da 'Economist' traça a evolução do capitalismo clientelista em diversos países

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

 

As conexões políticas sempre beneficiaram o mundo empresarial. Mas nos últimos 20 anos, da Malásia ao México, para as pessoas que enriqueceram graças às ligações com o governo foi uma era de ouro. No mundo inteiro o valor da fortuna dos bilionários em setores ligados ao governo aumentou 385% de 2004 a 2014, com um total de US$2 trilhões. O índice do capitalismo clientelista da revista Economist avaliou a extensão do sucesso nos negócios devido às estreitas relações entre empresários e funcionários do governo em diversos países.

Com dados obtidos na lista de bilionários publicada pela revista Forbes, com o valor de suas fortunas, o índice classificou as pessoas beneficiadas pelo sistema clientelista ou não, com base na origem de sua riqueza. Os setores empresariais que têm uma estreita interação com o Estado são mais vulneráveis ao capitalismo clientelista. O índice reuniu os bilionários de acordo com seus países de origem, e o valor total da fortuna deles foi expresso como um percentual do PIB. Os resultados de 22 países estão descritos no gráfico abaixo: as cinco economias mais ricas, os dez maiores países com informações confiáveis e uma seleção de outros países onde o favoritismo é um problema.

Na Alemanha só uma pequena parcela da fortuna dos bilionários originou-se de contatos com o governo. A Rússia tem o pior desempenho no índice: a riqueza gerada no país pelo capitalismo clientelista equivale a 18% do PIB. Mas nos últimos anos a queda nos preços da energia e das commodities tem prejudicado os empresários com conexões políticas. Entre os 22 países citados no índice a fortuna originária do sistema clientelista teve uma redução de US$116 bilhões a partir de 2014. No entanto, se os preços das commodities aumentarem os negócios que se beneficiam dos contatos e das alianças políticas voltarão a crescer.

capitalismo

Fontes:
The Economist - Comparing crony capitalism around the world

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Nada de novo, a Democracia é uma maracutaia que a burguesia inventou para tirar o controle do Estado da nobreza e ficar com ele, para o bem dos negócios.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *