Início » Internacional » A escassez da água
As empresas e a água

A escassez da água

Apesar do problema crescente de escassez e poluição da água, muitas empresas ainda não se conscientizaram

A escassez da água
A escassez de água não afetará apenas as empresas que usam uma enorme quantidade de água nos processos industriais (Reprodução/Internet)

Em 2013 um tribunal chileno decretou que a Barrick Gold Corporation, a maior multinacional mineradora do mundo, com sede em Toronto, Canadá, só poderia continuar o trabalho de exploração da mina Pascua Lama se garantisse que não poluiria a água potável dos glaciares. A multinacional interrompeu o projeto, mas no início de novembro a Barrick Gold propôs sociedade à empresa estatal chinesa Zijin Mining, se o projeto recomeçasse.

A escassez, a qualidade e as normas jurídicas de controle de recursos hídricos têm causado uma série de problemas para as empresas. Segundo um levantamento feito pela CDP, uma empresa de pesquisa que trabalha para investidores institucionais, em quase dois terços das maiores empresas do mundo, o Conselho de Administração é o responsável por assuntos relacionados aos recursos hídricos. Um número crescente de CEOs afirma que a questão da água já é um problema para o crescimento das empresas ou será no futuro. Eles estão certos em se preocuparem, mas pouco tem sido feito para encontrar uma solução.

A escassez de água não afetará apenas as empresas que usam uma enorme quantidade de água nos processos industriais, por exemplo, as mineradoras, ou cujos produtos são feitos com água, como cerveja e refrigerantes. Afetará também a indústria de alimentos e, indiretamente, quase todas as empresas com negócios em países com escassez de água, como a China.

De acordo com a pesquisa da CDP realizada em 2.200 empresas, dois terços dos entrevistados acham que o risco de escassez de água ocasionará uma mudança significativa em seus negócios, em um prazo de três anos. A Diageo, uma empresa fabricante de bebidas do Reino Unido, disse que, provavelmente, suas operações em Nairóbi se reduzirão em cinco anos devido à escassez de água na Índia.
Os setores de petróleo, gás e energia são os mais expostos aos riscos de escassez de água. No entanto, só 14% das empresas do setor de energia têm planos de diminuir o consumo de água. Muitas empresas têm consciência da gravidade do problema, mas é difícil concluir que seja uma preocupação da grande maioria.

Fontes:
The Economist-Value diluted

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    Por aqui, o Brasil tem uma riqueza no seu oceano subterrâneo da Amazônia, que possui uma reserva de água com volume estimado em mais de 160 trilhões de metros cúbicos.
    (http://agencia.fapesp.br/amazonia_tem_oceano_subterraneo/19541/)

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *