Início » Internacional » A foto mais requisitada do arquivo nacional norte americano
EUA

A foto mais requisitada do arquivo nacional norte americano

Elvis ainda levou algumas referências dos Beatles por ser uma "força de espírito anti-americano"

A foto mais requisitada do arquivo nacional norte americano
O encontro foi aberto com fotos do Presidente e Elvis Presley (Reprodução/Internet)

Quando é falado sobre a foto mais requisitada do Arquivo Nacional dos EUA, há de imaginar que seria algo como tropas levantando a bandeira americana em Iwo Jima ou um marinheiro beijando uma mulher aleatória no final da Segunda Guerra Mundial. Mas, na verdade, a foto  mais requisitada é a de Richard Nixon apertando a mão de Elvis Presley.

A foto foi tirada em uma reunião que ocorreu no Salão oval da Casa Branca, no dia 21 de dezembro de 1970. A reunião em si já era estranha, mas os relatos dela são de alguma forma ainda mais bizarro. Parecia uma reunião de  uma criança estranha que queria mostrar sua coleção de emblemas da polícia do que uma reunião de  uma estrela do rock com o presidente dos Estados Unidos.

Segue abaixo a ata da reunião que ocorreu naquele dia:

O encontro foi aberto com fotos do Presidente e Elvis Presley.

Presley imediatamente começou a mostrar ao Presidente sua parafernália de aplicação da lei, incluindo credenciais de departamentos de polícia na Califórnia, Colorado e Tennessee. Presley falou que se apresentou em Las Vegas e o presidente indicou que ele estava ciente de quão difícil é se apresentar na cidade.

O presidente mencionou que achava possível Presley alcançar a juventude e que era importante que Presley conservasse a sua credibilidade. Presley respondeu que fazia isto apenas cantando. Disse que não podia chegar perto dos jovens se fizesse um discurso no palco: que tinha de alcança-los à sua maneira. O presidente concordou.

Presley disse que  Beatles haviam sido uma força considerável para o espírito antiamericano. E que eles  tinham vindo aos EUA, ganhado dinheiro e voltado à Inglaterra, onde lançaram um tema antiamericano. O presidente fez um gesto de assentimento e expressou certa surpresa.

Em seguida, o presidente disse que os usuários de drogas são também aqueles que estão na vanguarda do protesto antiamericano. A violência, o uso de drogas, a divergência de opiniões, os protestos parecem todos se encontrar no mesmo grupo de jovens.

Presley, muito emocionado, disse ao presidente “estou do seu lado”. Ele ficou repetindo que queria ser útil recuperando o respeito pela bandeira, que estava se perdendo. Mencionou que não passava de um menino pobre do Tennessee, a quem o país dera muito, e que, de certa maneira, queria pagar de volta.

Ele também mencionou que ele está estudando sobre lavagem cerebral comunista e a cultura da droga por mais de dez anos. Também disse que sabia muito sobre isso e foi aceito pelos hippies. Ele disse que poderia ir direto para um grupo de jovens ou hippies e ser aceito, por isso sentiu poderia ser útil para Nixon na sua política antidrogas. O Presidente citou novamente sua preocupação  de Presley manter a sua credibilidade. Ao final da reunião, Presley novamente disse o presidente o quanto ele o apoiava, e, em seguida, em um gesto espontâneo surpreendente, colocou o braço esquerdo em torno do presidente e o abraçou.

Ao  sair, Presley perguntou se Nixon se  importaria de receber os seus dois associados. O presidente concordou e eles entraram para apertar rapidamente a mão do presidente. Nesse encontro, o presidente lhes agradeceu os esforços e voltou a manifestar a sua preocupação com a credibilidade de Presley.”

Fontes:
Gizmodo-The most requested photo in the National Archives is of Nixon and Elvis

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *