Início » Vida » Ciência » A heroína de fabricação caseira pode se tornar uma realidade em breve
Substâncias Químicas

A heroína de fabricação caseira pode se tornar uma realidade em breve

Os barões da droga deveriam ler o artigo publicado na 'Nature Chemical Biology', que descreve uma tecnologia que pode destruir seus negócios

A heroína de fabricação caseira pode se tornar uma realidade em breve
A heroína é obtida a partir de plantas da espécie Papaver somniferum (Reprodução/Internet)

A redução da cadeia de suprimento de drogas irá afetar as atividades de seus fornecedores, tanto para os produtos farmacêuticos quanto para as drogas recreativas. Algumas substâncias químicas, como metanfetamina e drogas como maconha, já estão sendo produzidas perto dos seus principais mercados de consumo em laboratórios ou cultivadas em locais discretos. Mas outras, sobretudo cocaína e heroína, ainda precisam ser importadas de lugares distantes, onde as plantas são cultivadas como ornamentais ou para o comércio de flores e sementes, como as papoulas no Afeganistão.

Mas se essas drogas comercializadas internacionalmente pudessem ser produzidas em seus locais de consumo, os cartéis que as contrabandeiam perderiam seu mercado extremamente lucrativo. Por esse motivo, os barões da droga espertos deveriam ler com uma atenção especial o artigo publicado na edição atual de Nature Chemical Biology, que descreve uma tecnologia que pode destruir seus negócios.

Essa tecnologia também pode afetar as empresas do setor farmacêutico, porque os autores do artigo, John Dueber da Universidade da Califórnia, Berkeley e seus colegas, descobriram as últimas peças de um quebra-cabeça, que possibilitarão fabricar opiácios com glicose e levedura. Eles precisam ainda juntar essas peças com outras para formar um conjunto coerente. Mas assim que montarem o quebra-cabeça final, o que deve acontecer em breve, em vez de fermentar o açúcar no álcool, a fermentação será feita com morfina, bem como com outras moléculas farmacologicamente ativas.

Essa descoberta é preocupante para os cartéis de contrabando de drogas. Se as espécies diferentes de levedura que se transformam em opiáceos forem liberadas pelos laboratórios e começarem a ter uma utilização mais ampla, produzir uma droga com fins recreativos a partir da fermentação da levedura com morfina será fácil. Por ser uma atividade ilegal as autoridades tentarão, é claro, reprimi-la. Porém os laboratórios caseiros de fabricação de opiáceos instalados em garagens irão acabar com o contrabando de heroína de lugares como Afeganistão.

Fontes:
The Economist-Only connect

1 Opinião

  1. isam disse:

    Para reprimir e reduzir o tráfico de drogas é preciso mudar a legislação, criminalizando e punindo os usuários e seus apologistas. Não havendo consumidores, o tráfego acabará por si só.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *