Início » Internacional » A história persegue Shinzo Abe
Japão

A história persegue Shinzo Abe

Diversos membros do governo do premier japonês são acusados de tentar encobrir um passado sombrio

A história persegue Shinzo Abe
Abe lamenta que os acontecimentos de 70 anos atrás ainda tenham influência (Reprodução/Eyevine)

Os jornais arrogantes do Japão raramente pedem desculpas; duas desculpas em seis meses é um fato no mínimo inusitado. Em agosto, o jornal liberal Asahi Shimbun admitiu ter publicado histórias baseadas em um testemunho duvidoso de um antigo soldado japonês, que afirmou ter mantido à força mulheres coreanas em prostíbulos militares durante a Segunda Guerra Mundial. Na semana passada, o jornal conservador Yomiuri Shimbun, e arqui-inimigo do Asahi, pediu desculpas aos seus 10 milhões de leitores por ter usado a expressão “escravas sexuais” em muitos artigos sobre as mulheres forçadas à prostituição e escravidão sexual em prostíbulos militares japoneses, desde 1992. Essa linguagem era “inadequada”, disseram os editores. Essa retratação aumentará a polêmica em relação ao assunto.

O pedido de desculpa reflete a guerra ideológica que se prolonga há duas décadas. Os conservadores no Japão têm lutado para reverter o reconhecimento de um governo anterior do envolvimento dos militares no uso da força, para obrigarem mulheres asiáticas a serem escravas sexuais durante a guerra. Segundo eles, essas mulheres eram prostitutas que se ofereciam espontaneamente às tropas. Mas alguns críticos acusam o Japão de encobrir os erros do passado.

Shinzo Abe, o primeiro-ministro japonês, está profundamente envolvido nessa controvérsia. Diversos membros do ministério negam os crimes de guerra e dizem que o Japão tem sofrido com sentimentos de culpa e remorso em razão das acusações de um envolvimento direto do Exército japonês no aliciamento de mulheres asiáticas. O primeiro-ministro Abe lamenta que os acontecimentos de 70 anos atrás ainda tenham uma influência tão preponderante nas relações diplomáticas com a Coreia do Sul.

Fontes:
The Economist-Abe’s demons

1 Opinião

  1. Isam disse:

    DEVE TER FUNDO DE VERDADE. NA GUERRA SOMENTE OS VENCEDORES SÃO INOCENTES. QUANDO A TROPA AMERICANA OCUPOU PARTE DO JAPÃO, PRATICARAM TANTAS VIOLÊNCIAS, PRINCIPALMENTE SEXUAIS, EM CONSEQUÊNCIA, NASCERAM CENTENAS DE MESTIÇOS, PORÉM, NÃO FORAM DIVULGADOS POR IMPOSIÇÃO DOS VENCEDORES.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *