Início » Internacional » A igreja onde fumar maconha é ritual
Holy Smoke

A igreja onde fumar maconha é ritual

O local central de seu 'culto' é uma tenda esfarrapada; e o principal ritual litúrgico consiste em fumar maconha

A igreja onde fumar maconha é ritual
A população autóctone do Canadá usa folhas secas de sálvia e tabaco em seus ritos, mas não maconha (Foto: Pixabay)

Robin Douglas pediu desculpas a uma paroquiana por não ter vestido a camisa quando fazia um sermão pelo Skype. Sua ouvinte não se importou; ela não se sentia bem o suficiente para dirigir uma hora de sua casa até a igreja de Holy Smoke em White Rock, uma cidade à beira-mar perto da fronteira do Canadá com os Estados Unidos. Então, ouviu um conselho incoerente pelo laptop.

Mesmo na área de Vancouver, que os canadenses chamam de ninho da decadência, o pastor Douglas, como ele se autodenomina, não deixa ninguém indiferente. Sua mistura de escritório e paróquia é uma casa de madeira com placas escritas à mão na frente e caixas antigas de pizza no interior. O local central de seu “culto” é uma tenda esfarrapada; e o principal ritual litúrgico consiste em fumar maconha.

As pessoas ricas que compartilhavam a praia à frente de sua casa alegraram-se com a notícia em meados do verão, que o conselho municipal dera ordens ao pastor Douglas de fechar a tenda e pôr um fim ao lixo, ao barulho e ao fumo. Mas ele não demonstrou arrependimento. “Somos uma igreja”, insistiu. “Ajudamos a comunidade local e os pacientes com câncer oferecendo cigarros de maconha sem cobrar nada. Poderia ficar milionário se vendesse maconha.”

Como julgar seu processo judicial? Os tribunais canadenses, assim como os tribunais americanos, questionaram se a inalação de substâncias tóxicas pode ser uma prática religiosa, que merece proteção; os juízes têm mantido uma postura cética em relação a esse argumento. A população autóctone do Canadá usa folhas secas de sálvia e tabaco em seus ritos, mas não maconha.

Ainda assim, a causa do pastor recebeu um estímulo laico em junho, quando a Suprema Corte do Canadá afirmou que a maconha podia ser consumida em biscoitos, brownies, chás e em folhas secas como terapia medicinal. Por enquanto, seu hábito de fumar maconha ainda está em alta.

 

Fontes:
The Economist-Dope springs eternal

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *