Início » Internacional » A maior vítima será a liberdade
Terrorismo nos EUA

A maior vítima será a liberdade

Existe uma campanha na mídia americana para que se ampliem ainda mais os poderes do governo e o avanço sobre as liberdades individuais

A maior vítima será a liberdade
É uma pena que a sociedade americana concorde em abrir mão de parcelas cada vez maiores de liberdade (Reprodução/Internet)

Embarquei para os Estados Unidos pouco depois dos atentados de Boston. Como era previsível, americanos e turistas estrangeiros estão convivendo com o acirramento das já exageradas políticas de segurança, principalmente nos aeroportos do país.

Se fosse só isso, tudo bem, mas existe uma campanha na mídia para que se ampliem ainda mais os poderes do governo e o consequente avanço sobre as liberdades individuais, iniciado em 2001 com a aprovação do famigerado Patriot Act, que restringiu sobremaneira o direito de ir e vir, além de autorizar um controle absurdo e sem precedentes das ações individuais. A bola da vez, agora, é a política de imigração.

É uma pena que a sociedade americana concorde em abrir mão de parcelas cada vez maiores de liberdade em troca de uma segurança não raro ilusória. Mas nada disso é surpreendente. Segundo o historiador Robert Higgs, autor de “Neither Liberty nor Safety”, nossa constituição física e psicológica nos predispõe ao medo, seja ele oriundo de ameaças reais ou potenciais. Infelizmente, os políticos e os burocratas entendem perfeitamente este fato básico da natureza humana, e o exploram de forma eficiente. Eles sabem que dependem do pânico para assegurar a submissão da sociedade, o consentimento popular aos ditames oficiais e, em muitas ocasiões, a cooperação afirmativa com suas aventuras e iniciativas coercitivas.

No fim das contas, tudo isso não deixa de ser uma grande vitória dos terroristas. Afinal, estão conseguindo desvirtuar completamente a tradição de liberdade americana.

Fontes:
Instituto Liberal - A maior vítima será a liberdade

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Samuel disse:

    Já dizia o revolucionário Lênin: “pode um povo ser livre se oprime outros povos ? “. Evidentemente que não há nenhuma justificativa para os atos de terrorismo, seja aonde for, mas acredito que ações desse tipo serão daqui por diante cada vez mais frequentes. A liberdade aparente até então usufruída pelos norte-americanos tem custado muito caro, pois lá tudo subsiste em função do capital em detrimento da cidadania real. Decisões do tipo são apenas sintomas da falência do atual sistema político-econômico que tem provocado insatisfação popular, injustiças sociais, banalização da violência, corrupção crônica e desmandos de todo o tipo e até que o cidadão, individual ou coletivamente, não tenha participação nas decisões políticas que lhe são inerentes esse quadro somente se agudizará. Portanto, todo aquele que almeja a paz deve se preparar para a luta, mas não contra os seus pares, trabalhadores oprimidos em outros países, mas sim contra todos aqueles lacaios que se assenhoraram de toda a riqueza. Paciência.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *