Início » Internacional » Ação militar da Rússia na Ucrânia deixa EUA em alerta
Tensão na Ucrânia

Ação militar da Rússia na Ucrânia deixa EUA em alerta

Em discurso, presidente Barack Obama alertou a Rússia de que 'qualquer intervenção na Ucrânia terá consequências'

Ação militar da Rússia na Ucrânia deixa EUA em alerta
Obama declarou estar "profundamente preocupado" com a ação militar (Reprodução/G1)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A ação militar da Rússia na Ucrânia deixou os Estados Unidos em alerta. Em discurso realizado na última sexta-feira, 28, o presidente Barack Obama disse estar “profundamente preocupado com a ação militar” e alertou a Rússia de que “qualquer intervenção na Ucrânia terá consequências”.

“Qualquer desrespeito à soberania ucraniana e à sua integridade territorial será desestabilizador, o que não interessa à Ucrânia, à Rússia e à Europa”.

Leia mais: Ucrânia acusa Rússia de ‘invasão armada’

Na última sexta-feira, um grupo de 50 russos armados ocuparam dois aeroportos na Crimeia. Eles usavam uniformes militares, sem etiqueta de identificação. A ação ocorreu dois dias após manifestantes pró-Rússia tomarem o Parlamento da Crimeia.

O presidente interino da Ucrânia, Olexander Turchinov, pediu ao presidente Vladimir Putin que “pare imediatamente sua agressão não dissimulada e retire seus militares da Crimeia”. Segundo Turchinov, a ação russa visa “provocar um conflito para anexar território”.

Tida como um celeiro da região, a Ucrânia tem um papel estratégico para Rússia, Europa, EUA e até mesmo a China. A localização da Ucrânia no Mar Negro faz do país um ponto de passagem crucial para o gás natural exportado da Rússia para a Europa. No ano passado, a estatal russa Gazprom vendeu cerca de 160 bilhões de metro cúbicos de gás natural para a Europa, metade através de gasodutos que cortam a Ucrânia.

Pobre como o Paraguai e tão corrupta quanto o Irã, a Ucrânia já foi palco de várias tragédias. Entre as piores está o Holomor, ocorrido entre 1932 e 1933. Na época, em nome de suas políticas insanas, Stalin confiscou a produção de alimentos da Ucrânia, levando grande parte da população do país a morrer de fome. Em 1941, dez dias depois de tropas alemãs invadirem a União Soviética, 33 mil judeus foram assassinados na Ucrânia em uma região conhecida como Babi Yar. O local acabou dando nome ao triste episódio. A Ucrânia também foi palco do pior desastre nuclear do mundo: Chernobyl, em 1986.

Fontes:
Business Week-he New Great Game: Why Ukraine Matters to So Many Other Nations
The Washington Post-Reports of Russian military activity in Crimea prompts stern warning from Obama

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Regina Caldas disse:

    O Parlamento russo votou por uma intervenção militar na Ucrânia, a pedido do presidente Putin. E a CE sumiu de cena…

  2. Samuel Reis disse:

    Há uma disputa não declarada entre russos, europeus e americanos para pilhagem dos recursos ucranianos e cada lado dissemina discórdias para dividir a população desde alienada. Infeliz e tendencioso comentário sobre o Holomodor, evidentemente atribuído à liderança soviética, uma vez que a Alemanha Nazista corroborava com os europeus no combate ao avanço comunista. Sob a liderança de Stalin, devemos lembrar, os ingratos europeus foram libertados do jugo nazista, ainda que apoiado por alguns setores, mas ao término da Segunda Guerra Mundial os aliados passaram a conspirar contra o regime dos sovietes utilizando-se dos mesmos mecanismos facistas. Por sinal o número de vítimas soviéticas foi três vezes maior do o que dos Estados Unidos, França e Reino Unido juntos. Enquanto a Europa toda e os Estados Unidos amargaram uma terrível crise pós-guerra a União Soviética, liderada por Stálin, crescia ano após ano. Em resumo, os dramáticos acontecimentos na Ucrânia, com a aparente intervenção russa é resultado do revisionismo implantado por Kruschev após a morte de Stálin e assim elementos burgueses simpáticos ao capitalismo foram reabilitados de modo tal que hoje fazem o que fazem.

  3. Miguel Meira disse:

    Oh Samuel, o que é que você fazendo aqui ?
    Vai ser feliz na Rússia, aqui você está perdendo tempo e lá você vai encontrar mais livros para ler e contar as tuas histórias.

  4. Joaquim Caldas disse:

    A Ucrânia teria sido massacrada no passado imperfeito da URSS,hoje é alvo da Rússia? Por Sua vez a Rússia e a China foram salvas pelos USA na 2ª guerra mundial,pois estava sucumbindo aos ataques do Japão e da Alemanha,países do eixo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *