Início » Internacional » Aceitação da poligamia dobra nos EUA
Pesquisa de opinião

Aceitação da poligamia dobra nos EUA

Apoio ao matrimônio plural subiu entre os americanos de 7% em 2001 para 16% atualmente

Aceitação da poligamia dobra nos EUA
Pesquisa mostra que os americanos estão deixando de lado o conservadorismo e abraçando ideias liberais (Foto: Wikimedia)

A última pesquisa de opinião da empresa Gallup, nos EUA, mostra que o país está se afastando cada vez mais do conservadorismo e abraçando ideias liberais em questões sociais. Não é apenas o apoio ao casamento gay que está subindo rapidamente: a aprovação a pais solteiros subiu de 45% em 2001 para 61% em 2015, o divórcio de 59% para 71% e o sexo antes do casamento de 53% para 68% no mesmo período.

Leia tambem: Poligamia, causas consequências e curiosidades

A aprovação do suicídio assistido por médicos subiu sete pontos, e o apoio a pesquisas que destroem embriões humanos aumentou 12%, dando a ambas as práticas o apoio de uma maioria no país.

Mais surpreendentemente, a aceitação da poligamia dobrou nos EUA nos últimos 15 anos. A prática ainda é defendida por uma minoria, mas o aumento dos que a consideram aceitável nos EUA impressiona. O apoio ao matrimônio plural subiu de 7% em 2001 para 16% atualmente. A poligamia avança na esteira do liberalismo social, mas ainda tem um longo caminho a trilhar para se tornar consenso.

Se a prática será legalizada algum dia, seguindo os passos do casamento gay, é uma pergunta interessante. Muitos conservadores argumentam que ela irá se tornar legal, graças ao modelo agora ascendente do casamento como um contrato romântico de gênero neutro e facilmente dissolvido, de modo que não há nenhum motivo sério para limitar o número de pessoas que queiram se casar. E os conservadores têm um histórico muito bom (o prêmio de consolação da sua derrota cultural), quando se trata de prever como a lógica do individualismo expressivo se desenrola.

Fontes:
The New York Times - The Prospects for Poligamy

5 Opiniões

  1. Lindomar Carrasco disse:

    Quem aceita varios tipos de união, talvez não queira se comprometer com nenhuma. nem com ninguem.

  2. Niza Nogueira disse:

    A monogamia é um equívoco e só persiste por razões patrimoniais, homens e mulheres se relacionam à exaustão, dentro e fora do casamento. E as mulheres começam mais cedo e com muito mais intensidade.

  3. Angel disse:

    Simplesmente, Fim dos tempos….

  4. helo disse:

    Poligamia americana com muçulmanos e mórmons. E a poliandria existe em alguma parte do planeta?

  5. Roberto Henry Ebelt disse:

    Interessante lembrar que a poligamia era uma prática religiosa totalmente aceitável em Utah até o fim do século 19.
    Utah, ao deixar de ser território e se transformar em estado, transformou os americanos polígamos (mórmons) em foras da lei.
    Eles tiveram que, ao obedecer as imposições do estado sobre um assunto que não lhe dizia respeito, escolher UMA família em detrimento de suas outras famílias, o que foi um horror para todos os polígamos do estado.
    O pai de MITT ROMNEY, George Romney, presidente da American Motors, não pode se candidatar a presidência dos Estados Unidos em 1968 pois havia nascido no México devido ao fato de seu pai, polígamo, ter sido escorraçado dos EUA com a proibição da poligamia.
    Mais um exemplo do monstro chamado ESTADO se intrometendo indevidamente na vida particular de seus cidadãos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *