Início » Internacional » Acredite, 2014 foi um ano seguro para a aviação comercial
Tragédias aéreas

Acredite, 2014 foi um ano seguro para a aviação comercial

Apesar de um aumento no número de mortes em 2014, o ano registrou o menor número de acidentes aéreos na história da aviação

Acredite, 2014 foi um ano seguro para a aviação comercial
Sem dúvida, as empresas aéreas da Malásia gostariam de esquecer 2014 (Reprodução/AFP)

A julgar pelas cobertura da mídia, 2014 parece ter sido um ano ruim para a aviação comercial. Mas enquanto o mundo espera ansiosamente por notícias da quarta maior tragédia aérea deste ano – o sumiço do voo QZ8501 da Asia Airlines –, uma análise dos dados mostra que, ao contrário do que se imagina, nunca foi tão seguro viajar de avião.

Desde a primeira decolagem de um voo comercial em 1949, a taxa de acidentes aéreos vem diminuindo, apesar de um aumento significativo do tráfego aéreo. Até agora, 2014 teve o menor número de acidentes na história, 111.

Taxa anual de acidentes aéreos (Gráfico do Quartz)

Taxa anual de acidentes aéreos (Gráfico do Quartz)

Foi, sem dúvida, um ano terrível para as empresas aéreas com sede na Malásia. No sábado, 27, o voo QZ8501 da Asia Airlines desapareceu com 162 passageiros e tripulantes a bordo. Em março, o voo MH370 da Malaysia Airlines sumiu sobre o Mar do Sul da China, com 239 pessoas a bordo, e até agora não há sinal dele. Em julho, a Malaysia Airlines sofreu um segundo golpe quando o seu MH17 foi abatido sobre o Leste da Ucrânia, matando 298.

Também neste mês, um acidente da Air Algerie, no Mali, matou 116 pessoas.

Mas, apesar dessas tragédias, uma estatística revela como é seguro voar: de janeiro a setembro de 2014, a taxa média de acidentes foi de 2,1 por 1 milhão de voos.

Por outro lado, 2014 registrou um aumento no número de mortes em acidente aéreos, 1.320 no total, somados os passageiros do QZ8501. Em comparação, 2013 teve o menor número de vítimas fatais da história, com 459 mortes.

Taxa anual de mortes em acidentes aéreos (Gráfico do Quartz)

Taxa anual de mortes em acidentes aéreos (Gráfico do Quartz)

Fontes:
Quartz - Despite a spike in deaths, 2014 has seen the fewest plane crashes in the modern aviation era

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *