Início » Internacional » Aeroporto em Londres cria zona para fumantes de cigarros eletrônicos
Zona de vaporização

Aeroporto em Londres cria zona para fumantes de cigarros eletrônicos

Introdução do espaço mostra a necessidade de uma legislação clara sobre a aceitabilidade dos e-cigarros, que vaporizam uma solução que contém nicotina, mas não as toxinas

Aeroporto em Londres cria zona para fumantes de cigarros eletrônicos
Não fumantes podem considerar o novo espaço uma irrelevância (Reprodução/Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O aeroporto de Heathrow inaugurou o que supostamente é a primeira “zona de vaporização” para fumantes de e-cigarros do mundo. O espaço, patrocinado por uma fabricante dos tais cigarros, fica na área de embarque do Terminal 4 e será restrita a maiores de 18 anos. A inauguração marca um abrandamento da tradicional posição de Heathrow de se manter como um “aeroporto livre de fumaça”, embora o aeroporto ressalte que todas as formas de cigarros permanecem proibidas em todo o resto de suas instalações.

Não fumantes podem considerar o novo espaço uma irrelevância, mas a sua introdução ressalta a necessidade de uma legislação clara sobre a aceitabilidade dos e-cigarros, os quais vaporizam uma solução que contém nicotina, mas não as toxinas geradas com a queima do tabaco. Os dispositivos são aparentemente proibidos em voos americanos e europeus. O Departamento de Transportes americano (DoT, na sigla em inglês) anunciou planos para proibi-los em setembro de 2011, mas tudo indica que não seguiram adiante com seus planos. Uma investigação realizada no início do ano pela “Business Insider” expôs a confusão generalizada que reina entre os reguladores. O DoT passou o caso para a Administração Federal de Aviação, o órgão regulador da aviação civil, o qual respondeu afirmando que as companhias aéreas são livres para estabelecer assuas próprias diretrizes. Isso foi de encontro a uma insistência anterior do DoT de que “o fumo de cigarros eletrônicos já é proibido” sob a lei existente, mas a legislação citada pelo DoT parece se referir unicamente a produtos de tabaco, e os e-cigarros não contêm tabaco. Tudo é um pouco turvo.

Então o que acontece se você começar a vaporizar durante o voo? Melhor não procurar saber. O Cloud Nine, um blog sobre e-cigarros, publicou uma lista incompleta das companhias aéreas que proíbem o dispositivo. Não foi possível identificar nenhuma empresa que permitisse o seu uso.

Fontes:
The Economist-Into the vaping zone

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *