Início » Internacional » África do Sul tem onda de violência contra imigrantes
violência xenófoba

África do Sul tem onda de violência contra imigrantes

Grupos de sul-africanos acusam os imigrantes de contribuírem para o aumento do desemprego no país

África do Sul tem onda de violência contra imigrantes
Doze pessoas foram detidas na noite desta quinta-feira em Joanesburgo (Fonte: Reprodução/EPA)

A África do Sul tem enfrentado, nas últimas semanas, uma onda de violência contra imigrantes de outros países africanos e da Ásia.

O Presidente Jacob Zuma condenou os ataques das últimas semanas, ressaltando que “nenhum grau de frustração ou de fúria justifica estes ataques”, e ainda que eles “violam todos os valores que a África do Sul defende”.

Grupos de sul-africanos acusam os imigrantes de contribuírem para o aumento do desemprego no país. De acordo com a Organização Mundial do Trabalho, a taxa de desemprego na África do Sul é de 25% no total e de 52,5% entre os mais jovens.

A presidente da Comissão da União Africana, Nkosazana Dlamini-Zuma, também condenou os ataques contra os imigrantes: “Os desafios da África do Sul, a pobreza e o desemprego, são desafios de todos os países do continente, e nós temos de trabalhar em conjunto para combatê-los e para construir um futuro melhor para todos os africanos”.

Doze pessoas foram detidas na noite desta quinta-feira, 16, após ataques contra lojas de estrangeiros no centro de Joanesburgo.

Pelo menos seis pessoas já morreram desde o início da onda de violência xenófoba na África do Sul.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *