Início » Internacional » Agência dos EUA monitora dados de empresas de internet
Polêmica

Agência dos EUA monitora dados de empresas de internet

Empresas, no entanto, negam que estejam permitindo o acesso direto do governo aos seus servidores

Agência dos EUA monitora dados de empresas de internet
Revelação causa polêmica (Fonte: Reprodução)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um documento secreto obtido pelo jornal The Washington Post revelou que a Agência Nacional de Segurança dos EUA e o FBI têm acesso direto aos servidores centrais de nove das principais empresas de internet norte-americanas.

De acordo com o documento, a inteligência norte-americana acessa conversas de áudio e vídeo, fotografias, e-mails, documentos e conexões dos usuários, o que permite aos analistas rastrearem alvos estrangeiros.

O programa, denominado PRISM, foi lançado em 2007 e coleta informações diretamente de empresas de tecnologia como Microsoft, Yahoo, Google, Facebook, PalTalk, AOL, Skype, YouTube e Apple.

O diretor de Inteligência dos EUA, James R. Clapper, disse nesta quinta-feira, 6, que as informações coletadas por meio deste programa são utilizadas para proteger os EUA de uma série de ameaças.

Clapper ressaltou também que há inúmeras imprecisões nas informações sobre o programa PRISM divulgadas pelos jornais The Washington Post e The Guardian, sem especificar, no entanto, quais seriam essas imprecisões.

Várias empresas contactadas pelo jornal The Washington Post afirmaram que não conheciam o programa e que não permitem que o governo tenha acesso direto aos seus servidores.

Fontes:
The Washington Post - Documents: U.S. mining data from 9 leading Internet firms; companies deny knowledge
The Guardian - NSA taps in to user data of Google, Skype and others, secret files reveal

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Kalil Saliba disse:

    Controle. Nem assim é preciso.Facismo puro de um estado beligerante. Vigia o vigia que por sua vez vigia o vigia. Eficiente não?.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *