Início » Vida » Ciência » Agência espacial japonesa descobre caverna na Lua
CAVERNA LUNAR

Agência espacial japonesa descobre caverna na Lua

Dados coletados pela sonda japonesa Selene confirmaram a existência de uma caverna e 50 km de extensão que pode ser usada como base espacial

Agência espacial japonesa descobre caverna na Lua
A descoberta japonesa pode impulsionar os planos de diversos países de colonizar a Lua (Foto: Pixabay)

Pesquisadores da Agência Japonesa de Exploração Espacial (Jaxa) informaram na última quarta-feira, 18, que descobriram uma imensa caverna de 50 km de extensão na Lua. Segundo os cientistas da agência, o local futuramente pode servir para instalar uma base espacial.

Inicialmente, os pesquisadores japoneses encontraram em 2009 um buraco na superfície lunar de 50 metros de largura e 50 metros de profundidade. Entretanto, eles especulavam que o local poderia ser maior. Nesta semana, dados coletados pela sonda japonesa Selene confirmaram a existência de uma caverna no local.

“Nós sabíamos da existência desses locais, que se julga terem sido criados por tubos de lava vulcânica, mas a sua existência foi, agora, confirmada”, disse Junichi Haruyama, pesquisador da Jaxa.

Localizada em uma área batizada de “colinas Marius”, a caverna tem 50 km de extensão e 100 metros de largura. Os cientistas japoneses acreditam que ela foi formada por uma atividade vulcânica há 3,5 bilhões de anos. Eles também apontam a possibilidade de existir gelo ou água no interior da caverna.

“Ainda não vimos o interior da caverna e esperamos que sua exploração nos dê mais detalhes”, acrescentou Haruyama. Segundo a Jaxa, o local pode ser usado para abrigar uma base espacial, desde que ela seja adaptada para suportar temperaturas extremas, que variam de 107°C de dia até -153°C de noite, e raios solares ultravioletas.

A descoberta japonesa pode impulsionar os planos de vários países de enviar astronautas à Lua, quase meio século depois da missão Apollo 11, e iniciar um processo de colonização. Nos últimos anos, uma série de países anunciou projetos espaciais para o futuro.

Em junho, o Japão anunciou que pretende enviar pela primeira vez um astronauta para a Lua em 2030, como parte de uma missão internacional. A primeira parte do projeto liderado pela Nasa (agência espacial americana) consiste em construir uma estação espacial em torno da Lua em 2025.

Já os Estados Unidos querem voltar à Lua em um programa espacial mais amplo e de longo prazo, com o objetivo de enviar astronautas para Marte em 2030.

A China também tem planos de enviar astronautas para a Lua e Marte e deve fazer uma missão tripulada em 2036. No ano passado, o governo chinês anunciou que quer estabelecer colônia na Lua, assim como a Rússia, que enviará quatro astronautas para lá em 2030.

Fontes:
The Guardian-Discovery of 500km lunar cave raises hopes for human colonisation of moon
The Asahi Shimbun-JAXA probe finds 50-km cavern under surface of the moon
IstoÉ-Japão descobre caverna na Lua

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Daniela Villa disse:

    Enquanto isso em Pindorama há quem acredite que o São Jorge mora na lua.
    Bem…vá que more.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *