Início » Internacional » Ajuda humanitária não consegue chegar aos civis em Alepo
TRÉGUA NA SÍRIA

Ajuda humanitária não consegue chegar aos civis em Alepo

Tropas do governo e dos opositores estão impedindo a entrega de suprimentos

Ajuda humanitária não consegue chegar aos civis em Alepo
Caminhões de ajuda humanitária das Nações Unidas (Foto: OCHA/G. Seifo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente sírio, Bashar al-Assad, não está permitindo que a ajuda humanitária chegue aos civis em Alepo. A medida era o pilar do acordo de cessar-fogo que entrou em vigor no país na última segunda-feira, 12.

Leia mais: Trégua na Síria aprofunda divergências entre Kerry e o Pentágono

As Nações Unidas estão exigindo uma ação imediata do governo Assad para reverter a situação. Segundo o órgão, os caminhões de ajuda humanitária precisam da autorização do governo para entrar em Alepo. No entanto, o comboio não recebeu as cartas de permissão necessárias. A entrega de ajuda humanitária para os civis é um requisito para que o cessar-fogo tenha real sucesso e Estados Unidos e Rússia passem a trabalhar em conjunto no conflito.

O enviado das Nações Unidas para a crise, Staffan de Mistura, disse que cerca de 20 caminhões de ajuda estão prontos para atravessar a fronteira da Turquia para a Síria e ir para a cidade. “O governo sírio prometeu permissões para os comboios das Nações Unidas antes do cessar-fogo. Elas não foram recebidas”.

Jan Egeland, secretário-geral do Conselho Norueguês de Refugiados e conselheiro de Staffan, criticou a falta de cooperação de Assad. “Será que os homens adultos podem parar de colocar barreiras burocráticas para impedir que a ajuda humanitária chegue aos civis – mulheres e crianças feridas?”.

Para piorar, para que os caminhões cheguem aos civis, eles precisam ter acesso a Castello Road, uma das vias principais. No entanto, ela precisa ser desmilitarizada para que isso aconteça. Contudo, tanto tropas do governo como da oposição estão bloqueando a via. O acordo era que ambos se retirariam ao mesmo tempo.

Apesar dos problemas, Staffan insiste que o acordo de cessar-fogo, estabelecido entre EUA e Rússia, “é e continua sendo um potencial divisor de águas” na guerra.

Fontes:
The Guardian-Syria breaching ceasefire deal by blocking aid convoys, says UN
Al Jazeera-Syria's war: UN appeals for passage of Aleppo aid

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *