Início » Internacional » Alemanha luta para lidar com a onda de refugiados no país
Europa

Alemanha luta para lidar com a onda de refugiados no país

Estima-se que mais de 1 milhão de refugiados tentarão entrar no país ainda esse ano

Alemanha luta para lidar com a onda de refugiados no país
Cerca de um entre dois refugiados é inicialmente rejeitado(Foto: Wikipedia)

A Alemanha tem sido um santuário para muitos homens, mulheres e crianças que fogem da guerra na Síria, após ter aberto as portas, no mês passado, no momento em que outros países europeus estavam negando aqueles que procuravam asilo.

Estima-se que a maioria das mais de 20 mil pessoas que entraram na Áustria no fim de semana tentavam entrar na Alemanha – que, por sua vez, está começando a se mostrar relutante.

São esperados até 1 milhão de refugiados buscando asilo na Alemanha ainda este ano. A Áustria também tem resistido: o governo não estava feliz com a estratégia dos migrantes de passar por países pobres, mas seguros e só então avançar para os mais ricos, desviando dos bloqueios.

A Alemanha tem sido o marco zero na crise migratória da Europa. Ainda assim, cerca de um entre dois refugiados é inicialmente rejeitado no país.

As leis em relação à permanência no país dão brechas para que os refugiados atrasem o processo de deportação, como, uma vez de dentro dos aviões para fora do país, avisar à equipe de voo que está embarcando contra a própria vontade. Contornando as leis e utilizando as contradições nas regras de permanência a seu favor, os migrantes compram tempo para não voltar do país de onde fugiram, preferindo a ilegalidade e à incerteza dos riscos em sua terra natal.

Um novo projeto de lei a ser discutido no Parlamento Alemão tem como alvo a maioria dos migrantes que chegam na Alemanha por países como Hungria, Bulgária e Croácia. Parte do plano é desincentivar a estadia. Ao invés de oferecer benefícios financeiros e abrigo àqueles que tem a partida decretada, os migrantes receberiam apenas comida e uma passagem de ida.

Fontes:
The Washington Post - After hard journeys to Europe, who gets to stay?
The Washington Post - Migrants push onward to Germany ahead of E.U. refugee discussions

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *