Início » Internacional » Alemanha inaugura a maior central de inteligência do mundo
SEDE EM BERLIM

Alemanha inaugura a maior central de inteligência do mundo

'Em um mundo turbulento, a Alemanha precisa de um serviço de inteligência forte e eficiente', disse a chanceler Angela Merkel, no evento de inauguração

Alemanha inaugura a maior central de inteligência do mundo
Construção do prédio custou € 1,1 bilhão e demorou 12 anos até ser concluída (Foto: Deutsche Presse-Agentur)

Em 8 de fevereiro, a chanceler Angela Merkel inaugurou a nova sede do Serviço Federal de Inteligência (BND) em Berlim. A construção do prédio custou € 1,1 bilhão e demorou 12 anos até ser concluída. Com 250.040 mde área construída, 14 mil janelas e 12 mil portas, a nova sede do BND é a maior central de inteligência do mundo. O prédio, perto do antigo Muro de Berlim, é um dos locais mais secretos da Alemanha, com normas rígidas de segurança.

Durante a cerimônia de inauguração, Angela Merkel relembrou fatos da história do BND e destacou o importante papel que desempenha. “Em um mundo turbulento, a Alemanha precisa de um serviço de inteligência forte e eficiente para garantir a segurança de seus cidadãos”, disse Merkel.

Antes o local abrigou um quartel destruído na Segunda Guerra Mundial. Mais tarde, sediou um estádio esportivo da Alemanha Oriental, demolido durante a preparação para os Jogos Olímpicos no ano 2000.

Cerca de 3.200 dos 4 mil funcionários da antiga sede nos arredores de Munique já se instalaram no novo prédio. O BND tem um total de 6.500 funcionários, que trabalham na Alemanha e em agências no exterior.

A imponência do prédio é sinal de uma maior confiança em sua eficiência na coleta de informações relacionadas a possíveis ameaças à segurança do Estado. Mas o papel desempenhado pelo BND evoca lembranças da atuação temível da Stasi, a agência de inteligência e polícia secreta da Alemanha Oriental, e da Gestapo.

Em 2013, o BND foi alvo de críticas severas após as revelações de Edward Snowden de que havia trabalhado em estreita cooperação com agências de inteligências dos EUA e do Reino Unido na espionagem de linhas telefônicas e de e-mails. Depois desse incidente, o BND reduziu a colaboração com a Agência Nacional de Segurança dos EUA.

A inauguração do prédio, prevista para 2011, sofreu uma série de adiamentos devido a problemas de construção e de um ato de vandalismo.

Em 2015, ladrões roubaram torneiras dos banheiros do prédio, o que causou inundações. Ironicamente, a imprensa alemã apelidou o incidente de “Watergate”.

Fontes:
The Guardian-World’s biggest intelligence headquarters opens in Berlin

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *