Início » Cultura » Ameaças de ataques fazem Sony cancelar estreia de filme sobre a Coreia do Norte
Ameaça em Nova York

Ameaças de ataques fazem Sony cancelar estreia de filme sobre a Coreia do Norte

Grupo de hackers alertou sobre ataques terroristas no dia da estreia do filme 'A Entrevista', uma comédia sobre a morte do líder norte-coreano, Kim-Jong-un

Ameaças de ataques fazem Sony cancelar estreia de filme sobre a Coreia do Norte
Filme é estrelado por James Franco e Seth Rogen, e estreia no Brasil em janeiro de 2015 (Reprodução/Reuters)

A estreia do filme “A Entrevista”, uma comédia da Sony Pictures sobre o assassinato do presidente norte-coreano, Kim Jong-un, foi cancelada em Nova York, após receber ameaças de hackers. O grupo de hackers “Guardians of Peace” (Guardiães da Paz, em inglês) alertaram na última terça-feira, 16, para que as pessoas ficassem longe dos cinemas que exibirão o filme. O filme da Sony Pictures é estrelado por James Franco e Seth Rogen, e estreia no Brasil em janeiro de 2015.

Os hackers alegam serem os responsáveis pela invasão do sistema da Sony Corp, ocorrida no mês passado, e obscuramente relembraram os cinéfilos sobre os ataques de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos. “Recomendamos que vocês se mantenham distantes desses lugares nesse período. Se sua casa for próxima, melhor você sair”, escreveram os hackers.

Algumas redes de cinema cancelaram as exibições, como a Landmark.  A rede Carmike Cinemas – que opera 278 cinemas (2.917 salas) em 41 estados dos EUA – abriu mão de exibir o filme. E a própria Sony cancelou a estreia em Nova York, prevista para acontecer na  próxima quinta-feira, 18. Com isso, a Sony teria enviado um comunicado aos donos de cinema dos EUA deixando a cargo deles a decisão de projetar o longa-metragem.

O departamento de Segurança Nacional dos EUA afirmou não ter encontrado nada que pudesse significar uma ameaça.“Neste momento, não há inteligência de credibilidade que indique uma trama ativa contra cinéfilos dentro dos EUA”, disse o representante do departamento. Em uma carta ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o governo da Coreia do Norte classificou o filme como um “disfarçado patrocínio do terrorismo, assim como um ato de guerra”.

Fontes:
Reuters-Estreia em Nova York de comédia sobre Coreia do Norte é cancelada após ameaças

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *