Início » Internacional » Apple investiga caso de chinesa que morreu ao usar o iPhone 5
choque elétrico

Apple investiga caso de chinesa que morreu ao usar o iPhone 5

Ma Ailu, de 23 anos, foi morta por um choque elétrico ao atender uma chamada enquanto o aparelho estava carregando

Apple investiga caso de chinesa que morreu ao usar o iPhone 5
Jovem estava utilizando os acessórios originais do aparelho quando ocorreu o acidente (Reprodução/O Globo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nesta segunda-feira, 15, a Apple informou que investigará o caso de uma chinesa que morreu eletrocutada ao atender uma chamada em seu iPhone 5.

O caso ocorreu na última quinta-feira, 11. Segundo informações da agência de notícias chinesa Xinhua, a aeromoça Ma Ailu, de 23 anos, foi morta por um choque elétrico ao atender uma chamada enquanto o aparelho estava carregando.

“Ficamos profundamente entristecidos ao saber desse trágico incidente e oferecemos nossas condolências à família Ma. Nós vamos investigar a fundo e cooperar com as autoridades neste assunto”, disse uma nota emitida por e-mail pela Apple. No entanto, a empresa se recusou a comentar se o episódio é apenas um caso isolado.

A irmã de Ma publicou no microblog chinês Sina que a jovem havia morrido após utilizar seu iPhone 5 e que os usuários devem ter cuidado ao usar o aparelho. A mensagem foi compartilhada por diversos usuários da rede.

Ma, que planejava se casar em agosto deste ano, comprou seu iPhone 5 em dezembro do ano passado e estava utilizando os acessórios originais do aparelho quando ocorreu o acidente. As peças foram entregues às autoridades para averiguação. Especialistas desconfiam que um fio rompido no carregador pode ter gerado um choque de 220 volts.

Fontes:
O Globo-Apple investiga morte de mulher que usava iPhone sendo carregado

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *