Início » Vida » Comportamento » Apple se recusa e decodificar iPhone de terrorista
PRIVACIDADE

Apple se recusa e decodificar iPhone de terrorista

Ordenada pela Justiça americana a 'driblar' a segurança do celular que pertencia ao terrorista de San Bernardino, a empresa se negou, alegando cuidar da segurança de seus clientes

Apple se recusa e decodificar iPhone de terrorista
'Nós não encontramos nenhum precedente que nos force a expor nossos clientes a um risco de ataque', diz comunicado da Apple (Foto: Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em um comunicado liberado nesta quarta-feira, 17, o presidente da Apple, Tim Cook, disse que construir um software para acessar dados criptografados no iPhone do atirador Syed Farook, do caso de San Bernardino, na Califórnia, seria perigoso demais.

Um juiz federal nos EUA ordenou que a Apple fornecesse aos investigadores acesso ao iPhone de Farook depois de a empresa se recusar a fornecer os dados voluntariamente. Mas a Apple respondeu que enfraquecer a criptografia só poria em perigo cidadãos que contam com a empresa para proteger suas informações.

“Nós não encontramos nenhum precedente para que uma empresa americana seja forçada a expor seus clientes a um risco de ataque”, diz o comunicado. “Criminosos e pessoas perigosas continuarão a criptografar, usando ferramentas disponíveis a eles”.

Tim Cook disse ainda que a empresa colaborou com o governo americano no que pôde, pondo engenheiros a sua disposição, e que acredita que as intenções sejam boas, mas que não há garantias de que um programa que drible a segurança do iPhone, caso criado, será usado apenas neste caso.

“As pessoas usam [smartphones] para guardar uma grande quantidade de informação, desde conversas pessoais até fotos, música, anotações, calendários e contatos, informações financeiras e de saúde, onde estiveram e para onde vão. […] Comprometer a segurança de nossas informações pessoais pode, no fim das contas, colocar nossa segurança em risco. É por isso que a criptografia se tornou tão importante para todos nós.”

 

Fontes:
The Daily Beast-Apple Refuses to Unlock Gunman’s Phone
Apple-A Message to Our Customers

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Esse filho de uma égua tinha mais é que ser preso por conivência com o terrorismo. Os EUA estão cada vez mais frouxos quando lidam com Indivíduos Estúpidos Politicamente Corretos. A segurança que se rale desde que essa empresa se dê bem. Parece até um sindicato: querem ficar bem, APESAR dos outros. Cada vez fica mais claro que a caminhada para a decadência americana é um caminho sem volta. Até o mussul Obama vai confraternizar com os decadentes ditadores macróbios em Cuba, depois de Jorge fazer o seu espetáculo religioso no Caribe comunista.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *