Início » Internacional » Arcebispo acusa Papa Francisco de encobrir abusos
VATICANO

Arcebispo acusa Papa Francisco de encobrir abusos

Carlo Maria Viganò também pede a renúncia do pontífice

Arcebispo acusa Papa Francisco de encobrir abusos
O Papa Francisco ainda não fez qualquer menção à carta (Fonte: Reprodução/Wikipedia)

Em carta divulgada neste domingo, 26, o arcebispo italiano Carlo Maria Viganò, um ex-embaixador do Vaticano nos EUA, acusa o Papa Francisco de encobrir casos de abusos sexuais envolvendo Theodore McCarrick, ex-cardeal e ex-arcebispo de Washington.

Viganò também pede a renúncia do pontífice. O arcebispo italiano afirma que, em 2013, informou Francisco que McCarrick se relacionava sexualmente com jovens seminaristas.

Viganò diz ainda que o Papa Bento XVI chegou a punir o ex-cardeal em 2009 e 2010. Quando assumiu o papado, Francisco teria, no entanto, reabilitado Theodore McCarrick.

Em sua carta, Viganò diz também que clérigos formaram um “lobby gay” para encobrir as ações de Theodore McCarrick.

O Papa Francisco aceitou em julho a renúncia de McCarrick. O ex-cardeal de 88 anos enfrenta acusações de abusos de adolescentes e seminaristas.

“Neste momento extremamente dramático para a Igreja Católica, ele tem de reconhecer os seus erros e, em respeito pelo princípio de tolerância zero que está a proclamar, o Papa Francisco deve ser o primeiro a dar o exemplo aos cardeais e bispos que ajudaram a encobrir os abusos do cardeal McCarrick, e ser o primeiro a renunciar”, disse o arcebispo italiano Carlo Maria Viganò.

Fontes:
G1 - Ex-embaixador do Vaticano acusa papa de encobrir abusos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *