Início » Internacional » Arizona quer que defesa de condenados comprem injeção letal
PENA DE MORTE NOS EUA

Arizona quer que defesa de condenados comprem injeção letal

Uma proposta do estado americano repassa à defesa do condenado à morte a obrigação de obter as drogas para a injeção letal

Arizona quer que defesa de condenados comprem injeção letal
Advogados consideram a proposta ilegal e ultrajante (Foto: Wikimedia)

Estados americanos onde a pena de morte é permitida se esforçam para contornar a falta de drogas que compõem as injeções letais, método mais utilizado em execuções.

Laboratórios que produzem tais drogas vêm banindo o uso das substâncias para execução de condenados. Diante disso, os estados vêm considerando uma série de métodos alternativos para as execuções, que incluem o retorno da cadeira elétrica e esquadrões de fuzilamento.

Porém, o estado do Arizona anunciou o plano mais controverso: uma proposta que repassa à defesa do condenado a obrigação de obter as drogas para a injeção letal de seus clientes.

Advogados consideraram a proposta surreal e ultrajante. Dale Baich, assistente de defensoria pública que trabalha em casos de pena de morte disse, em entrevista ao Guardian, que a proposta tem questões éticas e legais. “Não é legal para mim, como advogado, sair para comprar drogas para meu cliente. É legalmente e eticamente impossível, meu trabalho é garantir que os direitos do meu cliente sejam respeitados e não trabalhar junto ao estado para garantir sua execução. Se o estado optar pela pena de morte, cabe a ele encontrar meios de concretizar isso”, disse ele.

O Arizona tem 119 detentos condenados à morte. Porém, o estado não executa ninguém desde julho de 2014, quando o condenado Joseph Wood agonizou por cerca de duas horas antes de morrer por conta de uma injeção letal feita à base de um coquetel de drogas alternativo não confiável.

Outros estados buscam formas de contornar a escassez de coquetéis são Mississippi, que este ano aprovou um projeto de lei que determina que, na falta de coquetéis para injeção letal, a execução poderá ser feita por câmara de gás ou fuzilamento, e Utah, que aprovou, em 2015, o fuzilamento na falta de injeção letal.

Fontes:
The Guardian-Arizona unveils new death penalty plan: bring your own lethal injection drugs

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *