Início » Internacional » Arma usada por Van Gogh em suicídio é vendida por US$ 146 mil
LEILÃO EM PARIS

Arma usada por Van Gogh em suicídio é vendida por US$ 146 mil

Arma foi arrematada em leilão em Paris por uma oferta feita anonimamente. Comprador levou para casa o revólver Lefaucheux, com a carcaça enferrujada

Arma usada por Van Gogh em suicídio é vendida por US$ 146 mil
Van Gogh morreu em 1890, aos 37 anos, dois dias após atirar no próprio peito (Foto: AuctionArt)

A arma que Vincent van Gogh usou para se matar foi vendida por 130 mil libras (cerca de US$ 146 mil) em um leilão em Paris. A oferta foi feita anonimamente, por telefone. O comprador levou para casa o revólver Lefaucheux, com a carcaça fortemente enferrujada e o entalhe do cabo curvo faltando, por mais que o dobro das estimativas mais altas feitas por especialistas na casa de leilões Drouot.

“É uma peça muito emblemática. O fato de que é uma arma, é um objeto de morte. E se Van Gogh é Van Gogh, é por causa de seu suicídio e esta arma é parte disso”, disse o leiloeiro Gregoire Veyres.

Van Gogh morreu em 1890, com apenas 37 anos, dois dias depois de atirar no peito em um campo de trigo onde ele havia pintado anteriormente. O artista holandês sofreu episódios de psicose e depressão profunda ao longo de sua vida, e o tormento infundiu sua arte, seja em auto-retratos intensos ou em obras como A Noite Estrelada e Girassóis.

O pintor também é notório por ter cortado parte de sua própria orelha esquerda com uma lâmina de barbear durante uma discussão com o artista Paul Gauguin. Os detalhes de sua morte em Auvers-sur-Oise, nos arredores de Paris, em junho de 1890, estão bem documentados.

Depois de não se matar instantaneamente com um tiro de arma, ele voltou para a pousada onde estava hospedado e foi cuidado pelo estalajadeiro, Arthur Ravoux, e sua filha Adeline, que tinha 13 anos na época, ela contou os eventos mais de 60 anos depois.

“Eu tentei me matar”, diz-se que Van Gogh contou a Ravoux. O artista havia passado mais de dois meses na pousada, produzindo um turbilhão de cerca de 80 pinturas no que seria sua última e perturbada onda de criatividade.

As buscas pela arma começaram no dia seguinte à sua morte, mas ela não foi encontrada até a década de 1960, em um campo perto de onde ele estava antes de sua morte. A arma era do calibre correto e mostrava indicações de que havia sido disparada. Foi descoberto por um agricultor e acabou na posse de uma mulher cujo filho era o vendedor da peça.

“Há muitos indicadores que favorecem a atribuição da arma a Van Gogh”, disse Veyres. No entanto, dúvidas foram levantadas sobre a autenticidade da arma de fogo. Um revólver Lefaucheux similar usado por Paul Verlaine para tentar matar seu amante e colega poeta Arthur Rimbaud, em 1873, foi vendido em leilão em Paris em 2016, sendo arrematado por 385 mil libras.

Fontes:
Independent- Pistol that Van Gogh 'used to shoot himself' sells for £115,000 at Paris auction

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *