Início » Internacional » Asiáticos superam hispânicos como maior grupo de imigrantes dos EUA
Imigração

Asiáticos superam hispânicos como maior grupo de imigrantes dos EUA

Desaceleração econômica dos EUA seria a razão para a queda da taxa de imigração hispânica

Asiáticos superam hispânicos como maior grupo de imigrantes dos EUA
Asiáticos são o novo perfil de imigrantes dos EUA (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os asiáticos-americanos, nascido nos EUA ou no exterior, ainda representam meros 6% da população do país. Trata-se de um grupo etnica e culturalmente diverso: o maior dos subgrupos, o chinês, responde por menos de um quarto do total da população asiática-americana. Mas, em 2010, de acordo com um relatório recente do Centro de Pesquisas Pew que leva em conta imigrantes legais e ilegais, os asiáticos foram o maior grupo a ter imigrado para os EUA. Naquele ano, chegaram 430.000 asiáticos e 390.000 hispânicos.

A principal razão para essa mudança foi o fato de a taxa de imigração hispânica para os EUA ter despencado devido à desaceleração econômica, caindo pela metade entre 2005 e 2010. Ainda assim, o número de imigrantes asiáticos cresceu constantemente ao longo dos últimos dez anos. Tal crescimento é mais perceptível em cidades grandes.

A distância e as políticas de imigração costumavam ser grandes barreiras à imigração asiática. Em 1965, cotas raciais que estavam em vigor há muito tempo foram retiradas e rapidamente os asiáticos revelaram o seu valor. “Em uma economia que depende cada vez mais de trabalhadores altamente qualificados”, observa o relatório do Pew, “os asiáticos são o grupo racial mais bem educado, de maior renda e de crescimento mais rápido no país”. Quase metade dos adultos asiáticos-americanos com mais de 25 anos tem um diploma de graduação, comparado ao nível de 28% da população americana como um todo. De modo que enquanto se culpa os hispânicos, que em geral não têm nível superior completo, por roubarem os empregos de norte americanos natos, os asiáticos-americanos têm menos chances de serem acusados por isso.

A distância também é outro fator moderador. Uma vez que a Ásia é tão distante dos EUA, a entrada ilegal é rara, e um asiático que migra para os Estados Unidos tem mais chances de ficar e ser assimilado. A pesquisa da Pew também verificou que os asiáticos-americanos tendem a considerar que têm uma situação melhor do que a de seus pais e são mais otimistas dos que os brancos a respeito das perspectivas para seus filhos.

Fontes:
The Economist - Going the distance

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *