Início » Internacional » Assad culpa Europa por crise dos refugiados
'cobertura ao terrorismo'

Assad culpa Europa por crise dos refugiados

Presidente sírio diz que 'a Europa é responsável, porque apoiou, apoia e dá cobertura ao terrorismo'

Assad culpa Europa por crise dos refugiados
Presidente da Síria, Bashar al-Assad (Fonte: Reprodução/SANA/Divulgação via Reuters)

Em entrevista a canais de TV russos divulgada nesta quarta-feira, 16, o presidente da Síria, Bashar al-Assad, afirmou que a Europa é responsável pela crise dos refugiados, uma vez “apoiou, apoia e dá cobertura ao terrorismo”.

Leia também: A infernal vida dos sírios que não deixaram o país

Ainda de acordo com Assad, “a Europa chama de ‘moderados’ os terroristas e os divide em grupos, quando, na realidade, são todos extremistas”.

O presidente sírio afirmou também que agora a Europa tenta “apresentar o assunto como se sua culpa fosse apenas não ter disponibilizado os recursos necessários para garantir uma migração organizada, o que fez com que refugiados morressem afogados em sua tentativa de cruzar o Mediterrâneo”.

“Sentimos dor por todas as vítimas inocentes, mas por acaso a vida de uma pessoa afogada no mar tem mais valor que a de uma morta na Síria? Como se pode lamentar a morte de uma criança no mar e fazer pouco caso de milhares de crianças, mulheres e idosos vítimas do terrorismo na Síria?”, questionou Bashar al-Assad durante a entrevista.

O presidente sírio disse ainda que a sua permanência no poder é um assunto que cabe ao povo da Síria decidir, por meio de eleições, “e não aos EUA, ao Conselho de Segurança da ONU e à Convenção de Genebra”.

Fontes:
G1 - Europa apoia terrorismo e é responsável por refugiados, diz Assad

3 Opiniões

  1. Rene Luiz Hirschmann disse:

    A Europa e os USA,inclusive a Australia bombardeiam diariamente a Siria, justificando o porque?, não o caso é muito parecido com o Iraque, só que a Síria tem aliados como a Russia e a China, a única razão por que ninguém invadiu a Síria como fizeram no Iraque, isso chama-se política mundial pelo poder do mundo, pobre do povo Sírio que além de abandonar seu país é rejeitado por aqueles que lhes causam tanta dor, será que esta bom no AFEGANISTÃO E NO IRAQUE?, deixem os povos decidirem o que é melhor para o seus países.

  2. Joma Bastos disse:

    Assad, presidente da Síria, é um ditador e amigo pessoal de Putin e de suas políticas comunistas!

  3. Roberto Henry Ebelt disse:

    Com exceção do Brasil, em princípio, se existe governo organizado minimamente, sou a favor do minimamente organizado. É horrível a ligação que Assad tem com Putin, mas a impressão que se tem é que a escolha é entre o governo de Assad e o terrorismo do Taliban, do EI e dos aiatolás. Menciono os aiatolás pois ele não resistem a tentação de se meter onde quer que existam movimentos terroristas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *