Início » Internacional » Ataque israelense em Gaza mata líder militar do Hamas
Conflito em Gaza

Ataque israelense em Gaza mata líder militar do Hamas

Ofensiva ocorre no mesmo dia em que Israel ameaça derrubar o presidente palestino Mahmoud Abbas

Ataque israelense em Gaza mata líder militar do Hamas
O carro que transportava o comandante militar do Hamas em chamas após o ataque (Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um ataque aéreo israelense em Gaza explodiu nesta quarta-feira, 14, o carro que transportava o comandante militar do Hamas, que não sobreviveu. O comandante Ahmed al-Jabari é a mais alta autoridade do grupo a ser assassinada pelos israelenses desde a invasão de Gaza quatro anos atrás.

Jabari constava na lista dos mais procurados pelo governo israelense, e sua morte ocorre no mesmo dia em que o Ministério das Relações Exteriores de Israel, liderado pelo ministro linha-dura Avigdor Lieberman, ameaçou, através de um documento elaborado para circular internamente, derrubar o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, caso seu pedido de reconhecimento do Estado Palestino na ONU seja aceito pela entidade. Abbas deve fazer a proposta oficial ao órgão internacional no dia 29 de novembro. Israel e os Estados Unidos são contra o pedido.

A morte do comandante palestino foi confirmada tanto pelo Hamas como pelas autoridades israelenses nesta quarta-feira. Militares israelenses disseram que o ataque foi uma resposta ao lançamento de foguetes de Gaza em direção ao território israelense.

A morte de Jabari aumenta a possibilidade de uma nova escalada do conflito entre Israel e o Hamas, a organização militante considerada por Israel como um grupo terrorista. O Hamas controla Gaza desde 2007, um ano após a retirada israelense do território capturado na guerra árabe-israelense de 1967. Mas as forças israelenses voltaram para Gaza no final de 2008, em resposta ao que eles chamaram de uma campanha terrorista por militantes palestinos para lançar foguetes contra Israel. A campanha militar de três semanas deixou centenas de palestinos e um punhado de israelenses mortos.

 

Fontes:
The New York Times - Israeli Strike in Gaza Kills the Military Leader of Hamas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Tiago Herique Toras disse:

    Um terrorista a menos, este homem era um dor piores terroristas,responsavel por ataques a civis de forma covarde e suja.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *