Início » Internacional » Suposto ataque químico deixa dezenas de mortos na Síria
MAIS DE 500 FERIDOS

Suposto ataque químico deixa dezenas de mortos na Síria

Governo de Bashar al-Assad nega a autoria do ataque

Suposto ataque químico deixa dezenas de mortos na Síria
Mais de 500 pessoas foram encaminhadas para atendimento apresentando dificuldades para respirar e tom de pele azulado (Fonte: Reprodução/AP)

Um suposto ataque químico na cidade síria de Douma deixou pelo menos 70 mortos e mais de 500 feridos. A ação ocorreu na noite do último sábado, 7, e foi denunciada neste domingo, 8, por organizações humanitárias.

Leia também: Guerra na Síria já provocou mais de 500 mil mortes, diz ONG

O governo de Bashar al-Assad nega a autoria do ataque, que provocou uma onda de críticas internacionais. O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que os países que apoiam o regime síria terão um alto preço a pagar, citando nominalmente a Rússia e o Irã. O governo da Turquia afirmou que a Síria novamente ignorou os acordos internacionais de banimento de armas químicas.

A Defesa Civil da Síria e a Sociedade Médica Síria Americana informaram que mais de 500 pessoas foram encaminhadas para atendimento apresentando dificuldades para respirar e tom de pele azulado. A maioria das vítimas era mulheres e crianças. Muitas pessoas também tiveram ardência nos olhos e outras foram encontradas espumando pela boca, o que é uma característica bem indicativa de uma exposição química.

O Conselho de Segurança da ONU deve se reunir nesta segunda-feira, 9, para discutir sobre o suposto ataque químico neste final de semana na Síria. Segundo fontes diplomáticas, o pedido de reunião foi feito pela França e apoiado por Costa do Marfim, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Holanda, Kuwait, Peru, Polônia e Suécia.

Fontes:
Estado de Minas - Síria é criticada por suposto novo ataque químico
O Dia - Ataque químico deixa mais de 70 mortos na Síria

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *