Início » Internacional » Atentados com mulheres-bomba matam 57 pessoas
Violência no Iraque

Atentados com mulheres-bomba matam 57 pessoas

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nesta segunda-feira, uma série de atentados a bomba deixaram pelo menos 57 mortos e 287 feridos em Bagdá e Kirkuk, no norte do país, de acordo com as informações da polícia. Pelo menos três dos ataques em Bagdá partiram de mulheres que portavam explosivos amarrados ao corpo.

De acordo com autoridades iraquianas, em Kirkuk, um homem-bomba espalhou pânico em um protesto promovido por curdos, onde cerca de 25 pessoas foram mortas e 185 ficaram feridas.

Os atentados nas duas cidades ameaçam os níveis mais baixos de violência registrados no país nos últimos quatro anos.

Segundo um oficial de alto escalão dos Estados Unidos, a Al-Qaeda é responsável pela onda de violência. O grupo terrorista tem utilizado cada vez mais mulheres em seus ataques suicidas, devido à facilidade que elas têm de passar pelos controles rígidos de segurança.

Fontes:
Estadão - Atentados matam pelo menos 57 e ferem quase 300 no Iraque

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *