Início » Internacional » Atiradores invadem prédio de jornal em Paris e matam ao menos 12 pessoas
Atentado em Paris

Atiradores invadem prédio de jornal em Paris e matam ao menos 12 pessoas

Pelo menos dez jornalistas e dois policiais foram mortos. Há cinco pessoas em estado grave. Perseguição segue em curso

Atiradores invadem prédio de jornal em Paris e matam ao menos 12 pessoas
Suspeitos teriam fugido em um carro preto, segundo testemunhas (Foto: Reprodução/Internet)

Dois homens armados, mascarados e vestidos com roupas pretas invadiram a sede do jornal satírico francês Charlie Hebdo, em Paris, nesta quarta-feira, 7, matando pelo menos 12 pessoas. É o pior atentado terrorista na história da França.

Entre os mortos há pelo menos dez jornalistas, dos quais quatro eram cartunistas do jornal, segundo o Le Figaro, além de dois policiais. Ao menos cinco pessoas estão em estado grave. Após os disparos, os suspeitos foram vistos fugindo do prédio em um carro preto, em seguida, teriam rendido um motorista e trocado de carro. A perseguição segue em curso.

“Dois homens armados e com roupas pretas entraram no prédio com Kalashnikovs. Minutos depois, ouvimos muitos tiros”, disse uma testemunha.

Suspeita de radicais muçulmanos

Em 2011, o jornal de circulação semanal causou polêmica ao publicar uma charge satirizando o profeta Maomé. Como mostra o vídeo abaixo, feito por um repórter da emissora  francesa Premières Lignes, os invasores gritaram “Allah Akbar” (Deus é grande) ao atirarem.

O presidente francês, François Hollande, chegou ao local instantes após o ataque. O líder falou com a imprensa e confirmou o número de mortos e feridos. Disse, ainda, que várias tentativas de ataque foram frustradas nas últimas semanas em Paris.

“É uma barbárie excepcional. Os atiradores serão perseguidos durante o tempo que for necessário para que sejam levados à justiça. A França está em choque. É um ataque terrorista, não há dúvida”, disse o presidente.


VIDEO. Des images de l’attaque au siège de…

Os dois atiradores que entraram no prédio do jornal fugiram em um carro preto em direção a região nordeste da cidade, onde abandonaram o veículo e roubaram outro para realizar a segunda parte da fuga. O carro abandonado foi encontrado pela polícia, dando início a investigação forense.

“Todas as medidas estão sendo tomadas para neutralizar os criminosos que cometeram este ato bárbaro. Todas as nossas forças estão envolvidas na busca”, disse o ministro do Interior, Bernard Cazaneuve.

A França reforçou a segurança em pontos estratégicos da capital, como a Torre Eiffel e o Salão do Livro. A agência de inteligência dos Estados Unidos, o FBI, ofereceu auxilio à polícia francesa na busca pelos criminosos.

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, divulgou uma nota oficial em solidariedade às vítimas do atentado, na qual afirma ter recebido a notícia com “profundo pesar e indignação”. Dilma ofereceu sua solidariedade à toda a nação francesa.

Fontes:
O Globo-Atiradores matam ao menos 11 em sede de revista satírica em Paris

5 Opiniões

  1. ney disse:

    Agora a policia francesa se livra de seus desafetos com desculpa de terrorismo.

    a desculpa de terrorismo vai dar mais poder para o governo da frança reprimir a população, igual fez o governo americano.

    Barak hussem obama

  2. KALINNE FERREIRA disse:

    Ao in vez da Dila estar se lamentando por um Pais que tem Armamentos e Homens muito bem treinados, e podem se defender de uma ameaça como esta além de todo o dinheiro que tem, ela deveria era se preocupar com o terrorismo civil que acontece dentro do Brasil onde os Policiais se querem tem armas e treinamentos compatíveis para combater a criminalidade dos bandidos das favelas e morros, te orienta Dilma, cuida da tua casa ao in vez de dar pitaco na casa dos outros, lamente pelo Povo brasileiro que você mata todos os dias sem comida, moradia e segurança e ninguém se oferece para nos ajudar e nem ao menos lamentam o que acontece com nos pelo contrario fazem e chacota com a nossa cara. #VERGONHADEDILMA#

  3. João Ricardo disse:

    Essa Dilma deveria calar a boca. Quem é ela para lamentar atos terroristas quando ela mesma os cometeu e continua cometendo por meio de corrupções que matam muito, mas, muito mais mesmo de que 12 pessoas…
    Cala boca Ofélia…

  4. Jose Milton De Quevedo disse:

    O que os Celerados dos Direitos Humanos do Brasil estão fazendo para, acoitar estes BANDIDOS aqui no Acampamento?
    A Dona Dilma ainda não deu a ordem, para recebe-los com herois da resistencia e, dar a eles o Status de perseguidos politicos aqui onde impera a Hipocrisia e a tolerância com a bandidagem, com o aval da ONU que protege estes Terroristas.

  5. jayme endebo disse:

    Não foram feitos diálogos com estes “rebeldes”? temos que enviar nosso genio de relações exteriores Marco Aurelio Garcia ensinar os franceses

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *