Início » Internacional » Ativistas anticapitalismo protestam em várias partes do mundo
'Marcha Milhões de Máscaras'

Ativistas anticapitalismo protestam em várias partes do mundo

Foram registrados confrontos entre a polícia e milhares de manifestantes em Londres

Ativistas anticapitalismo protestam em várias partes do mundo
Ativista com máscara do grupo 'Anonymous' durante protesto em Londres (Fonte: Reprodução/Reuters)

Manifestantes saíram às ruas em diversas cidades do mundo, como Londres, Lisboa e Nova Iorque, nesta quarta-feira, 5, para protestar contra a corrupção, desigualdade social e pobreza.

Foram registrados confrontos entre a polícia e milhares de manifestantes em Londres. A polícia informou que cinco ativistas foram detidos, suspeitos de lançar rojões e de agredir agentes de segurança.

Os protestos realizados em várias cidades do mundo faziam parte da “Marcha Milhões de Máscaras”, organizada pelo grupo Anonymous. A maioria dos manifestantes usava a máscara branca que se tornou o símbolo do grupo.

Em entrevista à Euronews, uma ativista disse que o grupo não quer liderança, não quer líderes, “existem pessoas suficientes para uma democracia real e o ‘Anonymous’ não é sobre ter uma pessoa a controlar, é mais sobre todos, de forma anônima, terem o poder para todos”.

Fontes:
G1 - Protesto contra o capitalismo termina com ativistas detidos em Londres
Euronews - 'Anonymous’ protestam no mundo inteiro

2 Opiniões

  1. Joma Bastos disse:

    Os grandes capitalistas da atualidade têm sintomas de sociopatia, isto é, a sua imensa riqueza financeira já não é suficiente, eles querem o poder a todo o custo, estão a ficar sem escrúpulos, sem moral e deixaram de respeitar os valores da sociedade, olham os desfavorecidos e os pobres com desdém, e não sentem qualquer sentimento de culpa da miséria social e econômica que muitas vezes gira ao seu redor.

  2. Roberto1776 disse:

    Pelo visto esses manifestantes nunca ouviram falar sobre Guy Fawkes e sobre Bonfire Night.
    O que ocorreu em 05 de novembro de 1605 foi uma tentativa fracassada por parte de grupos católicos ingleses de matar o Rei James I, explodindo The House of Lords.
    Quem se deu mal foi o próprio terrorista que foi pego com a boca na botija.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *