Início » Internacional » Aumentam as tensões entre Colômbia, Venezuela e Equador
América do Sul

Aumentam as tensões entre Colômbia, Venezuela e Equador

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, declarou nesta terça-feira que irá denunciar Hugo Chávez à Corte Penal Internacional por financiar e patrocinar terroristas, como o governo colombiano classifica as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

No dia anterior as autoridades da Colômbia afirmaram ter encontrado uma carta indicando que o presidente da Venezuela teria destinado US$ 300 milhões para financiar as Farc. As informações estariam no computador do segundo homem da guerrilha, Raúl Reyes, morto no último sábado na operação militar colombiana no Equador.

Venezuela ordena fechamento de fronteira com a Colômbia

Ainda nesta terça-feira, horas após o vice-presidente colombiano, Francisco Santos Calderón, acusar as Farc de tentar obter material radioativo para a produção da chamada "bomba suja", o governo venezuelano determinou o fechamento da fronteira com a Colômbia.

Segundo Calderón, essas informações também teriam sido encontradas do computador de Raúl Reyes. A denúncia foi feita durante a Conferência de Desarmamento das Nações Unidas, em Genebra.

Fidel Castro apóia Equador

O ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, manifestou-se novamente em relação à crise instaurada na América do Sul, apoiando a posição do governo equatoriano em romper relações diplomáticas com a Colômbia.

Fidel declarou que Cuba não é inimiga da Colômbia, mas que manter-se em silêncio significaria tornar-se cúmplice do "crime monstruoso" cometido pelas forças colombianas no território do Equador. Segundo ele, as acusações de que as Farc são uma organização terrorista não justificam o assassinato desses seres humanos.

Fontes:
G1/Globo.com - Colômbia quer processar Chávez por 'financiar genocidas'
Folha Online - Venezuela fecha fronteira com Colômbia, que acusa Farc de tentar fazer "bomba suja"
Estadão Online - Fidel defende Equador e ataca Colômbia e EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rodney Taboada disse:

    A pseudo esquerda latino americana,que não é nada mais do que "a voz da mediocridade", que teem em Chavez o seu ideologo maximo, conseguiu produzir um fato para justificar como sempre asua total incapacidade para interpretar o real desejo de seus povos. É lamentável que Lula nessa hora não tenha nada a dizer a não ser repetir os fatos como um papagaio.É preciso repelir veementemente a financiação da guerrilha na Colombia, e onde quer que ela esteja a partir de um suposto bolivarianismo de meia tijela.Não esqueçamos que varios movimentos "soi disant" sem terra no Brasil são tambem financiados desde fora. O que tem Lula a dizer sobre isto.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *