Início » Internacional » Aumento no preço do papel higiênico eleva tensão em Taiwan
TAIWAN

Aumento no preço do papel higiênico eleva tensão em Taiwan

O preço de um produto básico gerou uma crise no governo de Taiwan e aumentou as críticas à presidente Tsai Ing-wen

Aumento no preço do papel higiênico eleva tensão em Taiwan
Os fabricantes de papel higiênico decidiram aumentar em 30% os preços dos produtos (Foto: PxHere)

Um fato aparentemente simples, como o aumento dos preços do papel higiênico, gerou uma crise no governo de Taiwan. Notícias sobre a alta de preços causaram pânico na população e os estoques de papel higiênico desapareceram das prateleiras das lojas e supermercados. A divulgação de relatos de compras de grandes quantidades de papel higiênico na televisão e nos jornais criou ainda mais tensão entre os taiwaneses, assustados com a possibilidade de se verem privados de um produto de higiene básico.

Em um pronunciamento oficial, o primeiro-ministro William Lai, em uma tentativa de tranquilizar a população, garantiu que o estoque de papel higiênico do país seria suficiente para atender às necessidades de consumo, apesar das notícias alarmistas.

Em 23 de fevereiro, as redes de varejo e diversas cadeias de supermercados anunciaram que os fabricantes de papel higiênico aumentariam os preços em 30% em meados de março, por causa da alta do preço da celulose. As informações despertaram suspeitas de conluio. No dia 27 de fevereiro, membros da Comissão de Comércio Justo reuniram-se com três fornecedores de papel higiênico e cinco varejistas para esclarecer se a especulação em torno dos preços tivera como objetivo a obtenção de vantagens pessoais. Lai também incumbiu uma força-tarefa de investigar se os varejistas haviam estocado mercadorias.

Taiwan ocupa o 34º lugar no ranking mundial de renda per capita, uma classificação superior à de Portugal e da Grécia. Mas com a estagnação dos salários nos últimos anos, os taiwaneses começaram a se preocupar com a alta de preços de produtos básicos.

O incidente que provocou a interferência do primeiro-ministro Lai exacerbou as críticas ao desempenho da presidente Tsai Ing-wen, cuja taxa de aprovação caiu em seu menor nível desde que assumiu o cargo em 2016. O Kuomintang, o principal partido de oposição, foi enfático ao dizer que o fracasso de Tsai em administrar uma questão tão trivial como o aumento dos preços do papel higiênico, mostrou que ela não teria condições de enfrentar problemas maiores. Em meio às dificuldades internas e à crescente pressão da China, a presidente, a primeira mulher a assumir o cargo de chefe de Estado de Taiwan, reagiu com firmeza aos comentários da oposição.

Fontes:
The Economist - The price of toilet paper triggers a panic in Taiwan

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *