Início » Internacional » Autor de ataque em Toronto expressou ódio às mulheres
ATROPELAMENTO EM MASSA

Autor de ataque em Toronto expressou ódio às mulheres

Minutos antes de realizar um atropelamento em massa, Alek Minassian postou uma mensagem no Facebook sugerindo ódio às mulheres

Autor de ataque em Toronto expressou ódio às mulheres
Alek Minassian, suspeito detido em atropelamento em massa (Foto: Linkedin)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Alek Minassian, autor do atropelamento em massa que deixou dez mortos no último domingo, 23, em Toronto, postou uma mensagem no Facebook minutos antes do ataque que sugeria ódio a mulheres. As informações foram dadas pela policia local.

“Soldado (recruta) Infantaria Minassiam 00010, deseja falar com sargento 4chan, por favor. C23249161. A rebelião incel já começou! Nós vamos derrubar todos os Chads e Stacys! Saudações ao Senhor Supremo Elliot Rodger”, dizia o post que já foi apagado da rede.

O termo “incel” é usado na internet para celibatários involuntários, homens que são frustrados sexualmente e que não conseguem manter relações com mulheres. Eles são misóginos e culpam as mulheres de negar seu direito de ter relações sexuais. Os mais extremistas defendem o estupro e outras violências contra a mulher. Nos fóruns online, os homens que fazem sucesso entre as mulheres são chamados de “Chad” e as mulheres que rejeitam os “incels” são chamadas de “Stacy”.

Já o “Elliot Rodger” citado na mensagem foi um estudante universitário que matou seis pessoas e feriu outras 13 com tiros e facadas, perto da Universidade da Califórnia, em Santa Bárbara, antes de cometer suicídio, em 2014. Na época, ele foi descrito pela polícia como um solitário que estava infeliz com a falta de experiências sexuais com mulheres durante a faculdade.

A mensagem de Minassian foi apagada pelo Facebook após o atropelamento, sob a justificativa de que “não há absolutamente lugar na plataforma para pessoas que cometem atos tão horrendos”.

Atropelamento em massa

Na última quarta-feira, 24, Minassian foi levado a um juiz. Ele foi indiciado por dez acusações de homicídio premeditado e 13 tentativas de assassinato. Na ocasião, o agressor não apresentou qualquer recurso nem contestou as acusações. O próximo julgamento está marcado para o dia 10 de maio.

Uma representante da Defesa Nacional do Canadá disse à agência Associated Press que Minassian fez parte das forças armadas do país entre 23 de agosto e 25 de outubro de 2017, mas não completou o treinamento e pediu para ser liberado voluntariamente.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, descartou a hipótese de terrorismo. “A investigação prossegue, mas é muito claro que não há ligação com a segurança nacional”, afirmou Trudeau.

Alek Minassian, de 25 anos, atropelou dezenas de pessoas no último domingo, 23, em Toronto. A van que pilotava subiu a calçada num trecho movimentado da rua Yongue, atropelando pedestres ao longo de aproximadamente 1 km. Pelo menos dez pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas.

Fontes:
DW-Autor de ataque em Toronto teria visado mulheres
The New York Times-What Is an Incel? A Term Used by the Toronto Attack Suspect, Explained
G1-Motorista de ataque com van em Toronto vai responder por dez homicídios

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *